Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Final de ano: Segurança segue reforçada em Teresópolis

Segurança segue reforçada na área comercial, mas ações praticadas virtualmente são motivo de maior preocupação

Isla Gomes

O final de ano se aproxima e com ele chega a possibilidade do aumento da criminalidade. É um período de abonos, décimo terceiro, benefícios, ou seja, fase em que mais dinheiro está em circulação. Desta forma, o fluxo de pessoas nas ruas aumenta, os espaços comerciais ficam agitados e com isso cresce a chance dos criminosos aproveitarem cometer delitos. Apesar dos índices quanto a crimes nesse âmbito no município serem baixos, é necessário estar sempre vigilante. As forças de segurança de Teresópolis intensificaram o patrulhamento e ação pela cidade, a fim de resguardar a população de eventuais perigos em consequência dos ladrões “de olho décimo terceiro”.

Conversamos com o Major Romulo Dias que é coordenador do Segurança Presente de Teresópolis sobre o assunto. “Nossas equipes estão mantendo o foco e o trabalho de forma diligente, para garantir a segurança da população teresopolitana”, enfatiza. A base do programa de policiamento fica na Praça Olímpica, na Várzea. É importante destacar que é possível colaborar com os agentes através dos canais de denúncias contra qualquer ato ilícito pelos canais de número 190 e 2742-7755.

As forças de segurança de Teresópolis intensificaram o patrulhamento e ação pela cidade, a fim de resguardar a população de eventuais perigos. Foto: Isla Gomes/Diário

Estelionatos e golpes
Os casos ficam mais notórios e frequentes com relações a crimes através da internet ou telefone. Segundo o Instituto de Segurança Pública do Rio de Janeiro de janeiro a novembro de 2022 foram registrados 1.204 casos de estelionatos em Teresópolis, neste mesmo período deste ano foram registrados 1.345, um aumento de 11,7%. Dentro destes dados há um fato curioso e preocupante, de todos os meses o mês de dezembro teve mais casos em 2022, ou seja, no final de ano os golpes tendem a aumentar. Recentemente conversamos com o Delegado Titular da 110ª Delegacia de Policia e ele deu dicas de como se prevenir de ser vítima desses crimes. “O estelionato é um problema mundial, da mesma forma que a tecnologia ajuda ela também prejudica, pois, os crimes cibernéticos estão aumentando cada vez mais. No Brasil temos um problema nas investigações, pois, o local de competência para julgamento e investigação é onde a vítima sofre o prejuízo ao invés de ser no local onde foi obtida a vantagem”, explica.

“O estelionato é um problema mundial, da mesma forma que a tecnologia ajuda ela também prejudica”, ressalta o delegado. Foto: Isla Gomes/Diário

Como se prevenir
O delegado destaca algumas orientações fundamentações para não se tornar vítima desses crimes. “É preciso ter muita cautela, em muitos casos os criminosos se fingem de família através do Whatsapp ou telefone, pedindo dinheiro, pedindo que pague uma conta, isso acontece muito e muitas pessoas caem, é necessário que a pessoa não haja na emoção e ligue para seu familiar antes de fornecer qualquer coisa pelo aplicativo. Nunca forneça senha, dados, códigos, não cliquem em E-mails suspeitos e façam a verificação de duas etapas no Whatsapp. Cuidado também com sites suspeitos, não é aconselhável abrir qualquer link. Caso a pessoa já tenha sido vítima, é importante que venha fazer o registro imediatamente, se o registro for feito com rapidez a nossa chance de conseguir ajudar aumenta. Vale ressaltar que é possível fazer o registro online”, conclui.

Edição 02/03/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Mutirão de inscrições do Pré-vestibular Social em Teresópolis

Capela mais antiga de Teresópolis ganha rota cultural

É preciso quitar todas as dívidas do veículo para obter o CRLV 2024

Fla bate Madureira no Maracanã por 3 a 0 e conquista Taça Guanabara

Do abrigo para o lar, a importância das feiras de adoção de pets

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE