Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Governadores preveem avanços no debate sobre desoneração de combustíveis e pacto federativo

Chefes dos Executivos do Rio de Janeiro, Espírito Santo e Paraná destacaram temas que serão tratados nos três dias de evento

O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, repercutiu, durante coletiva de imprensa nesta quinta-feira, 02, as expectativas para os três dias da 7ª edição do Consórcio de Integração Sul e Sudeste (Cosud). Ao lado do vice-governador do Rio, Thiago Pampolha, e dos governadores Ratinho Jr., do Paraná, e Renato Casagrande, do Espírito Santo, Castro falou sobre temas que serão tratados pelos Estados, como a desoneração dos preços dos combustíveis e a centralização do pacto federativo no Brasil. O evento aconteceu no Centro Cultural da Fundação Getúlio Vargas (FGV-RJ), em Botafogo, na Zona Sul carioca. “Vamos discutir, enquanto Sul e Sudeste, um posicionamento em relação à desoneração dos combustíveis. Falar sobre isso está entre as minhas propostas e é provável que conste na Carta do Rio de Janeiro, que será entregue no fim do Cosud”, afirmou Cláudio Castro. Já o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, falou sobre a importância do evento para o fortalecimento da democracia brasileira e da melhoria do atendimento de serviços à população. “Nós vamos debater também sobre o pacto federativo, porque é fundamental que a gente compreenda o papel de cada ente da federação. São temas particulares e estratégicos que precisamos discutir para responder aos anseios da sociedade”, disse.
O governador do Paraná, Ratinho Jr., destacou a importância do planejamento para melhorar os projetos de saneamento. “A falta de planejamento na questão do saneamento vem de décadas. Temos capitais do país que têm 4% de saneamento básico, uma vergonha em pleno 2023. Nessa área, temos como bons exemplos os modelos do Espírito Santo e do Paraná, que possuem empresas estatais que estão na bolsa de valores, sendo bem geridas, e que tem um modelo de cogestão, atraindo a iniciativa privada. É possível avançar muito neste tema. A situação do Rio hoje, com uma bem sucedida concessão, demonstra a importância de uma boa estratégia de planejamento”, afirmou.
A parte da tarde é foi aos Grupos de Trabalho, onde secretários estaduais e técnicos discutiram 25 temas, como segurança pública, meio ambiente, educação, saúde e desenvolvimento econômico. No final do dia, os governadores visitaram o Centro de Operações Integradas da Águas do Rio, na Região Portuária do Rio.

Tags

Compartilhe:

Edição 20/04/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Mesmo quem já pagou o IPVA deste ano terá de quitar as duas taxas do CRLV-e

OAB esclarece sobre o abuso do aumento da conta mínima comercial de água

Feriado de São Jorge com promoção no Parc Magique do Le Canton

Rodovias federais terão pontos de descanso para motoristas

Três flagrados com cocaína e maconha no Meudon

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE