Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Governo do Rio e Ocean Winds assinam Memorando de Entendimento para impulsionar projetos eólicos offshore no estado

Parceria reforça o compromisso com a descarbonização da economia e com o desenvolvimento econômico sustentável

O Governo do Estado do Rio de Janeiro e a Ocean Winds assinaram, nesta quinta-feira (14/09), um Memorando de Entendimento para atuação conjunta no desenvolvimento da geração eólica offshore no estado. O acordo ratifica o compromisso de impulsionar projetos que visam promover as energias renováveis e o crescimento econômico. A assinatura da parceria ocorre na semana em que Ministério de Minas e Energia anunciou que trabalha para aprovar o marco legal da energia eólica offshore até dezembro.

– O Estado do Rio de Janeiro tem o terceiro maior litoral do país, são 636 Km. Ventos constantes e unidirecionais, que transformam parte da costa em um cenário perfeito para a implantação de usinas eólicas offshore. A assinatura deste memorando de entendimento é mais um passo em direção à descarbonização da economia, ao desenvolvimento sustentável – afirmou o governador em exercício, Thiago Pampolha, durante o evento de assinatura do documento.

Secretário de Estado de Energia e Economia do Mar, Hugo Leal, destacou a importância da cooperação entre o Governo do Estado e a Ocean Winds. E lembrou que a assinatura da parceria vem ao encontro do trabalho da Secretaria de Estado de Energia e Economia do Mar (Seenemar) que formou, em julho, um Grupo de Trabalho para o desenvolvimento de um projeto-piloto para testar a viabilidade da implantação de usinas eólicas offshore no estado – o primeiro do país.

– Temos todas as condições para sermos pioneiros na implantação de eólicas offshore no país. Além de condições naturais extremamente favoráveis, temos uma consistente infraestrutura logística, grande concentração de portos e estaleiros e ainda temos experiência de mais de 40 anos de atividade offshore adquirida com a indústria de petróleo e gás. Somos o segundo maior centro de carga do país e contamos com dezenas de universidades e centros de pesquisa – explicou o secretário Hugo Leal.

Atualmente, dez projetos para implantação de eólicas offshore na costa do Rio de Janeiro estão em fase de licenciamento no IBAMA, com 29,018 GW de potência instalada. Um deles é da Ocean Winds, que tem outros quatro projetos no país. Rafael Palhares, diretor de Desenvolvimento de Negócios do Brasil e América do Sul, ressaltou o potencial da cooperação.

– A parceria entre a Ocean Winds e o Estado do Rio de Janeiro mostra dedicação compartilhada em aproveitar o vasto potencial eólico do estado, servindo como um catalisador não apenas para a transição da região, mas para o seu desenvolvimento econômico através de uma nova indústria e oportunidades de emprego – enfatizou Palhares.

Criada em 2019, a Ocean Winds está presente em oito países. Com sede em Madri, a empresa se destaca no cenário internacional, desenvolvendo, financiando, construindo e operando projetos de parques eólicos offshore em todo o mundo.

Tags

Compartilhe:

Edição 13/07/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Teresópolis caminha para ser um dos maiores produtores de vinho do Sudeste

Há 75 anos uma teresopolitana pisava no Dedo de Deus pela primeira vez

“Cantinho das Cerejeiras” faz sucesso em Teresópolis

Mesmo quem já pagou o IPVA deste ano terá de quitar as duas taxas do CRLV-e

Rio: Polícia prende 6 suspeitos de fraudar agências bancárias

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE