Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Governo do Rio vai à Justiça para barrar aumento no preço do gás natural

Cláudio Castro ressalta que reajuste impactaria a vida da população e, por isso, vai atuar para impedir a medida

O Governo do Estado do Rio de Janeiro acionou a Justiça, nesta terça-feira, para impedir o aumento médio de 50% no preço do gás natural que a Petrobras pretende colocar em vigor a partir de 1º de janeiro de 2022. O pedido de liminar em ação civil pública movida pela Procuradoria Geral do Estado (PGE) tem como base o argumento de que a estatal está praticando preço abusivo valendo-se da condição de monopólio. O governador Cláudio Castro ressaltou que irá lutar para que o reajuste não seja implementado. E apontou os riscos que o aumento poderá acarretar na vida da população e da economia fluminense, que está em processo de ampla retomada.
– O Governo do Rio de Janeiro não concorda com esse aumento abusivo que vai afetar a vida de milhões de cidadãos, da dona de casa e dos motoristas profissionais às empresas e indústrias. O reajuste impactaria na empregabilidade e na instalação de novas empresas que não se instalariam no Estado sem segurança jurídica – declarou Cláudio Castro.
O governador destacou ainda os trabalhos implementados durante os últimos meses para o crescimento da economia do Rio de Janeiro. – Tem sido um trabalho árduo, com resultados importantes, como a recuperação de 100% dos empregos perdidos durante a pandemia da Covid-19 e atração de grandes empresas – detalhou. – Por isso, vamos brigar para que esse aumento não aconteça. Iremos judicializar e barrar esse reajuste absurdo, extremamente prejudicial para o Estado do Rio de Janeiro. Estou ao lado da população, juntos vamos encontrar um caminho justo para todos – finalizou o governador.

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Edição 28/06/2022
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Notícias falsas nas eleições de 2020 preocupam especialistas

Policial de férias prende acusado de tráfico na entrada da cidade

Magalu vai abrir loja em Teresópolis e inicia processo de contratação

Câmara aprova representação contra o prefeito de Teresópolis

Veículo abandonado em via pública é incendiado