Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Guapimirim é a primeira cidade a receber o Ônibus Lilás em 2020

Assistente social, uma psicóloga e uma advogada prestam atendimento às mulheres

O governo do estado do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SEDSODH), iniciou nesta quarta-feira (15), pelo município de Guapimirim, na Baixada Fluminense, suas atividades de prevenção à violência contra a mulher em 2020. Junto com o Ônibus Lilás, que leva atendimento especializado a mulheres em situação de violência, acontece também a Ação Social da SEDSODH, que facilita o acesso à cidadania, com isenção na segunda via de vários documentos. De acordo com a secretária Fernanda Titonel, a previsão é ampliar o atendimento realizado com sucesso ano passado para ajudar a prevenir crimes contra a mulher e feminicídios. As cidades de Cachoeiras de Macacu, Porto Real, Quatis e Rio de Janeiro (Vigário Geral) já estão confirmadas no roteiro do Ônibus Lilás em janeiro.  – Em 2019, reativamos nossos Ônibus Lilás, levando assistente social, psicólogo e advogado para esclarecer dúvidas e ajudar mulheres em situação de violência em 18 localidades. Somente entre outubro e dezembro foram realizados 83 atendimentos e 161 orientações nessas unidades móveis. Nosso desafio agora é ampliar esse trabalho, garantindo mais apoio não só no enfrentamento, mas também na prevenção – comentou Fernanda.
O balanço das Ações Sociais da SEDSODH também foi positivo em 2019. Foram realizados, de janeiro a dezembro, mais de 102 mil atendimentos nos 14 Centros de Centros de Defesa da Cidadania (CCDCs), representando um aumento de 140% em relação a 2018. As ações sociais itinerantes somaram mais de 15 mil atendimentos, o que significa um aumento de quase 200% em relação ao ano anterior.

Mais sobre os serviços
O Ônibus Lilás oferece o atendimento de uma assistente social, uma psicóloga e uma advogada, que ficam à disposição para esclarecer dúvidas de mulheres vítimas de violência e prestar o atendimento necessário. Os atendimentos são privados e sob sigilo. Já a emissão de documentos realizada nas Ações Sociais contempla a isenção de taxa para emissão da segunda via da carteira de identidade, das certidões de nascimento, casamento ou óbito e para celebração de casamento ou união estável e averbação em certidões, além da declaração de hipossuficiência e busca para certidões de outros estados.

 

 

Tags

Compartilhe:

Edição 22/05/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Estado é atingido por temporais e enchentes desde final de abril

Promoção no Parc Magique e fazendinha do Le Canton neste domingo (26)

Amós pode ter o mandato cassado por falta de decoro

Rota de observação de aves em Teresópolis ganha grande projeção

ANIC HERDY: Mulher desaparecida é aluna do Unifeso

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE