Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Guarda Civil Municipal passará por reestruturação

Criação de Fundo de Segurança permitirá mais investimentos para organização do trânsito

Marcello Medeiros

Há anos O DIÁRIO vem batendo na tecla da necessidade de melhor equipamento da Guarda Civil Municipal para garantir a organização de um dos setores mais caóticos de Teresópolis e cuja desordem, consequentemente, afeta diretamente a vida de milhares de cidadãos, o trânsito. Com quase 100 mil veículos emplacados no município, sem contar os registrados em outras regiões e os dos visitantes, os problemas são muitos e às vezes muito além da capacidade da corporação, há anos esquecida pelos gestores municipais. Porém, essa situação pode mudar em breve: Na última quinta-feira, 3, o prefeito interino Pedro Gil recebeu em seu gabinete representantes da Guarda Civil Municipal de Petrópolis para realizar a troca de experiências visando à elaboração de projeto para reestruturação da GCM de Teresópolis. O objetivo é a criação do Fundo Municipal de Segurança Pública, como previsto pela lei federal 13.022/2014, que institui normas gerais para padronização das guardas civis municipais no país.
“Nós fizemos a nossa reestruturação há pouco tempo e a criação do Fundo está sendo muito útil na nossa cidade. Por isso viemos trazer nossa experiência para os colegas de Teresópolis”, resumiu Max de Paiva Leite, chefe de programas e projetos da Guarda Civil Municipal de Petrópolis. Pela legislação, em Teresópolis a corporação tem que implantar os setores de Ouvidoria e de Corregedoria. Só depois poderá ser criado o Fundo de Segurança.
O órgão permitirá a captação, repasse e aplicação de recursos para o setor de segurança pública no município, dinheiro a ser usado na aquisição de veículos e equipamentos, entre outros, para as atividades exercidas pela GCM em benefício da população. “O prefeito Pedro Gil está sensível à causa, pois sabe da importância da Guarda estar preparada e equipada para atuar em conjunto com as forças de segurança”, destacou o secretário de Segurança Pública de Teresópolis, Marco Antonio da Luz.
O encontro foi acompanhado por Leandro Lopes e Vinicius Silva, respectivamente responsável técnico e operacional do canil e corregedor da GCM de Petrópolis. Também estiveram presentes o Comandante da CGM de Teresópolis, Gil Wellington, os guardas civis municipais Alves e Souza e o subsecretário de Governo, Itamar Rodrigues. Mesmo com a alteração governamental prevista para breve – visto que Teresópolis realiza eleição suplementar em 03 de junho, pleito que não a participação de Pedro Gil – a expectativa é deixar o setor já organizado e caminhando para uma nova realidade.

Necessárias ações da GM
Esta semana a Guarda Civil Municipal de Teresópolis fez um choque de ordem em relação aos veículos estacionados em vagas de deficiente físico na região central. Alguns veículos foram notificados e encaminhados para o depósito público municipal, em Três Córregos. “A fiscalização do uso correto das vagas especiais de estacionamento, pessoas com deficiência, tem feito parte da rotina da GCM na cidade.  Se verificarem alguma irregularidade quanto as vagas de idosos ou deficientes físicos, liguem para a Central de Atendimento ao Cidadão – 3642 8299. Contem sempre com a gente. Essa vaga não é sua nem por um minuto”, destacou a GCM em sua página na rede social Facebook.
Também nos últimos dias, a equipe da Coordenadoria de Engenharia de Tráfego/Secretaria de Segurança Pública tem dado continuidade à revitalização da pintura horizontal da sinalização de trânsito. No Rosário, trecho da Rua José Bandeira Viana recebeu sinalização, com troca de poste. Na Granja Primor, trecho de calçada na Rua Minas Gerais foi isolado devido à rachadura em um muro, e a Defesa Civil foi acionada. Na Várzea, a Rua Francisco Sá, esquina com a Rua José Augusto da Costa, recebeu tachões. E na Rua Leandro Martins, foi delimitada área de carga e descarga, ao lado de um mercado. O trabalho é acompanhado pelo coordenador da Engenharia de Tráfego, Adriano Salomão, junto com os guardas civis municipais Rocha, João Carlos Ribeiro, Kelson Lopes, Basílio e Olavo Rodrigues.

Falta de educação e vontade política
Nos pouco mais de dois anos de mandato do governo Mário Tricano – candidato ficha suja que se manteve no cargo por força de liminar no TSE até março passado – o trânsito de Teresópolis se tornou um verdadeiro caos. Ainda maior do que já previsto para um município que só vê a frota crescer para as mesmas ruas de décadas atrás, vale frisar. Faltava comando no Palácio Teresa Cristina e na própria secretaria municipal de Segurança Pública, responsável pela coordenação da Guarda Municipal. Além disso, como denunciado pela reportagem do jornal O DIÁRIO e DIÁRIO TV diversas vezes, interesses políticos sempre foram colocados à frente dos interesses dos verdadeiros cidadãos teresopolitanos.
Em um período, por exemplo, o empresário do ramo hoteleiro e imobiliário teria ordenado o recolhimento de todos os talões de multa dos agentes de trânsito após ser flagrado dirigindo sua caminhonete sem o cinto de segurança. Comerciantes que seriam “amigos” do governo anterior também estariam sendo beneficiados com extrema tolerância em locais de estacionamento proibido, visando que tais empreendimentos não tivessem sua clientela reduzida.
Com a grande “benevolência” do gestor anterior, a falta de educação do motorista teresopolitano tomou proporções ainda maiores. Carros dentro de esquinas, estacionamento em fila dupla ou em locais proibidos e diversas outras restrições previstas no Código de Trânsito Brasileiro viraram “coisa comum”. E, mesmo com o caos instalado e o trânsito indo de mal a pior, nos últimos anos a Guarda Municipal de Teresópolis foi a que menos multou na Região Serrana, com números impressionantemente mais baixos que Nova Friburgo e Petrópolis.

 

Tags

Compartilhe:

Edição 18/05/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Desconto “FAKE NEWS”: Água continua sendo cobrada com cerca de 100% de aumento

SPVAT: entenda o que muda com o novo seguro de trânsito

PM apreende motos que eram de leilão em Bonsucesso

Com a Beneficência lotada, crianças ficaram sem pronto atendimento na Saúde

Rua do Hospital São José interditada neste sábado

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE