Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Imperatriz vai substituir 2 quilômetros de rede de água em Pimenteiras

Serviço vai custar R$ 1 milhão, diz a empresa em evento com a presença do prefeito

Em evento que marcou os primeiros 60 dias de operação no município, a empresa Águas da Imperatriz anunciou nesta terça-feira, 5, que vai reparar a rede de abastecimento de água no bairro Pimenteiras, trocando cerca de 2 quilômetros de tubos de 150 milímetros por tubos de 200. O serviço deve começar ainda este mês e vai custar cerca de R$ 1 milhão, favorecendo mais de 10 mil pessoas. Ao longo do período de concessão da água em Teresópolis, de 25 anos, a concessionária pretende investir cerca de R$ 1 bilhão, conforme previsto no Edital de Concessão, deste valor cerca de R$ 23 bilhões ainda em 2024 e mais de R$ 250 milhões nos primeiros cinco anos do contrato.

“Avançamos bastante nesses 60 dias, com 21 mil atendimentos nesse período e vários investimentos em equipamentos, modernização de estrutura e extensão de rede, por exemplo. Iniciamos os estudos técnicos para o início da implantação do sistema de esgotamento sanitário. Águas da Imperatriz chegou em Teresópolis para transformar a história do saneamento”, disse Jackson Pires, superintendente da concessionária no município.

Jackson disse ainda que a concessionária inaugurou o Centro de Controle de Operações (CCO), com monitoramento em tempo real de pontos críticos, reservatórios, boosters e elevatórias; instalou oito geradores na captação da Estação de Tratamento de Água Rio Preto, para que o abastecimento não seja afetado em caso de falta de energia elétrica; e inaugurou uma loja de atendimento presencial e implantou canais digitais de relacionamento, que registram mais de 21 atendimentos em dois meses de atuação. A Águas da Imperatriz também realizou a substituição de 300 metros de tubulação no bairro Ermitage, para melhorar a distribuição de água para o Hospital Beneficência Portuguesa; instalou instrumentos de medição e controle e criou uma base histórica de dados; e modernizou elevatórias e substituiu redes de abastecimento.

Dentre as próximas ações, prometidas pelo superintendente, a Águas da Imperatriz vai construir novas redes de água e esgoto, modernizar e ampliar os sistemas de distribuição, construir Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs) e investir fortemente na implantação de novas tecnologias, universalizando a distribuição de água tratada, e a coleta e tratamento de esgoto, de acordo com as diretrizes do novo Marco Legal do Saneamento, que prevê a universalização dos serviços até 2033.

“Demos início em 2023 à construção de uma nova história com o maior programa de infraestrutura de Teresópolis: a concessão dos serviços de tratamento e distribuição de água, coleta e tratamento de esgoto para todo o território do município. Hoje, somente 66% da população possui água tratada e não temos um metro de rede de esgoto instalada. Despoluir o Paquequer será uma grande vitória, mas permitir que as futuras gerações tenham acesso à água e esgoto tratados muda o mundo das pessoas”, disse o Prefeito, acompanhado do Vereador Paulinho, secretários e subsecretários municipais.

Edição 20/04/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Mesmo quem já pagou o IPVA deste ano terá de quitar as duas taxas do CRLV-e

OAB esclarece sobre o abuso do aumento da conta mínima comercial de água

Feriado de São Jorge com promoção no Parc Magique do Le Canton

Rodovias federais terão pontos de descanso para motoristas

Três flagrados com cocaína e maconha no Meudon

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE