Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Já são nove casos de febre amarela em Teresópolis

Após mais de uma semana sem atualizar os dados, a Subsecretaria de Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado de Saúde do RJ informou nesta terça-feira que em 2018 foram registrados 74 casos de febre amarela silvestre em humanos, sendo 33 óbitos. Dessas mortes, cinco foram registradas em Teresópolis, onde o número de ocorrências da doença chega a nove.

Marcello Medeiros

Após mais de uma semana sem atualizar os dados, a Subsecretaria de Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado de Saúde do RJ informou nesta terça-feira que em 2018 foram registrados 74 casos de febre amarela silvestre em humanos, sendo 33 óbitos. Dessas mortes, cinco foram registradas em Teresópolis, onde o número de ocorrências da doença chega a nove. O município só fica atrás de Valença (17 casos e seis óbitos) e Angra dos Reis (12 casos e sete óbitos). Na Região Serrana, Friburgo teve sete ocorrências e três mortes e Petrópolis apenas uma notificação.

Foram confirmados casos de febre amarela em macacos em Niterói, Angra dos Reis (Ilha Grande), Barra Mansa, Valença, Miguel Pereira, Volta Redonda, Duas Barras, Paraty, Engenheiro Paulo de Frontin e Araruama. A Secretaria Estadual de Saúde ressalta que os macacos não são responsáveis pela transmissão da febre amarela. A doença é transmitida através da picada de mosquitos. Ao encontrar macacos mortos ou doentes (animal que apresenta comportamento anormal, que está afastado do grupo, com movimentos lentos etc.), o cidadão deve informar o mais rápido possível às secretarias de Saúde do município ou do estado do RJ.

VACINAÇÃO

Com o objetivo de ampliar ainda mais a cobertura vacinal contra febre amarela no estado, a Secretaria de Estado de Saúde vai realizar no dia 3 de março, um novo Dia D de vacinação contra a doença. A mobilização acontecerá nos 92 municípios e dá continuidade à estratégia da secretaria, iniciada no ano passado para imunizar cerca de 14 milhões de pessoas em todo o território fluminense. Até agora, já foram aplicadas cerca de nove milhões de doses da vacina em todo o estado. – Conseguimos mobilizar uma parcela importante da população, no ano passado fomos o estado que mais vacinou, com cerca de 5.5 milhões de pessoas imunizadas, hoje já temos 9 milhões. Agora o desafio é imunizar os outros 5 milhões que ainda não buscaram os postos de vacinação. Precisamos manter a população mobilizada e o Dia D é uma estratégia importante para isso. Assim como aconteceu em janeiro, todos os postos de saúde estarão abertos, as 29 UPAs estaduais também vão vacinar e teremos tendas montadas pela secretaria nas principais cidades ampliando os pontos de vacinação – afirmou o secretário de Saúde, Luiz Antonio Teixeira Jr.

Em janeiro de 2017, a Secretaria de Saúde adotou medidas preventivas e, antes mesmo de registrar os primeiros casos de febre amarela no território fluminense, iniciou a criação de cinturões de bloqueio, recomendando a vacinação contra a doença, principalmente em municípios de divisa com Espírito Santo e Minas Gerais (áreas de risco para a doença na época). Desde julho do ano passado, todos os 92 municípios do estado foram incluídos na área de recomendação da vacina e receberam doses para imunizar a população.

 

Tags

Compartilhe:

Edição 28/05/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Bancos não terão atendimento presencial ao público nesta quinta-feira

Dia do Desafio: Sesc Teresópolis promove atividades gratuitas

Moradores de Albuquerque continuam convivendo com lamaçal

Ladrão de residência tenta fugir da PM pulando em rio

Homem é preso por grave agressão à mulher na Várzea

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE