ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Jackson Vasconcellos

Data: 10/08/2019

- Vou dizer uma coisa para você, sem paixão alguma: O Rodrigo Maia é o cara! 
- Faça isso com ele não! O último sujeito que foi chamado de "o cara", está preso. 
- Coisa muito diferente. 
- Diferente só porque foi o Obama que falou? 
- E você acha que o Obama lembra disso? 
- Bem, eu estava falando do Rodrigo Maia. O cara assumiu a cena na República. Ele é, sim, o cara. 
- Quem diria, né? Ninguém imaginou que ele seria a fera que é. 
- Pra mim, parece que ele tem uma "missão de clareza sobre a Terra". 
- Opa! José Ortega Y Gasset. 
- Acho que sim. "O homem é o homem e sua circunstância". 
- Maia, então não deveria ter dito o que disse ontem sobre o Bolsonaro. 
- O quê?
- Que a eleição dele foi produto dos nossos erros. 
- Nossos? 
- Foi o que ele disse. 
- Então, Rodrigo Maia tem que agradecer aos céus os nossos erros. Não? 
- Por quê? 
- Ora, se Bolsonaro é produto dos nossos erros e se há alguém que levou vantagem com isso, esse alguém é o Rodrigo Maia. É a tal da circunstância.
- Ah! sem dúvida. Se o candidato dele tivesse sito eleito...
- Quem foi o candidato dele? 
- Ué! O Geraldo Alckmin. 
- Você acredita mesmo nisso? 
- Acredito sim. Rodrigo pode até ter votado no Jair Bolsonaro no segundo turno, mas no primeiro..., eu não tenho dúvida, que votou no Alckmin. 
- Eu já acho bem possível ele ter votado no Haddad. 
- Impossível! 
- Nada é impossível na política. 
- OK. E se fosse o Alckmin ou o Haddad o Presidente da República? Rodrigo Maia estaria com essa bola toda? 
- Poderia estar até com mais. Sabe-se lá? Há méritos dele no que ele faz. 
- Tudo bem, mas eu duvido que o Alckmin deixaria o espaço aberto para o Rodrigo Maia fazer o que está fazendo. Duvido muito. 
- É a sua opinião. Eu gostei dessa história de "O homem é o homem e as suas circunstâncias"
- Você leu Ortega.
- Não li. Só li a frase que citei. Achei no Google.
- Pena você não ter lido. Você entenderia um pouco essa onda Bolsonaro. 
- Como assim? A Rebelião das Massas. A massa é um grupo de pessoas que perdeu a individualidade. Gente que age só por reflexos condicionados. Gente que só tem emoções, instintos, paixões. Razão, zero! 
- Tu sabes pra caramba, hein? 
- Não deboche. 
- Mas, a gente falava sobre Rodrigo Maia. 
- Que disse que a eleição do Bolsonaro é o resultado dos nossos erros. 
- E o Rodrigo Maia é o resultado dos erros do Bolsonaro, certo? Um presidente da república tosco e estúpido. 
- Não aceito essa história de o Bolsonaro ser um tosco, um estúpido. Quem é estúpido não chega a presidente. 
- Calma. Gostei dessa. Você poderia repetir? 
- Aí tem. 
- Tem o quê? Só confirma pra mim essa frase: "Quem é estúpido não chega a presidente". Você confirma? 
- Confirmo. 
- Acabamos de resgatar a Dilma. 
- Merda! Você sempre com essas pegadinhas...Enche o saco. 
#cronicasjv

Compartilhar:






ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Polícia já ouviu 30 testemunhas do sequestro do ônibus no Rio

Câmara vai realizar audiências públicas sobre concessão de saneamento

Granja Florestal, mais um bairro esquecido pela prefeitura

Imóveis demolidos para duplicação de ponte

Governador comemora desfecho com morte do sequestrador

        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ