Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Mais um lixão clandestino, agora no Parque do Imbuí

Despejo de detritos ocorre na zona de amortecimento do Parque Montanhas de Teresópolis

Parece notícia repetida, mas infelizmente não é. A reportagem do jornal O Diário e Diário TV registrou nesta quarta-feira, 29, mais um ponto de descarte irregular e criminoso de resíduos no município, dessa vez no aprazível e outrora bairro presidenciável Parque do Imbuí. Trecho entre as ruas Cascata e Cacatuas, com pouca movimentação e consequentemente com menos possibilidade de fiscalização ou flagrantes, está sendo utilizada para o despejo de restos de material de obra, lixo de jardim, móveis velhos e outros resíduos que não deveriam estar na grande encosta – que termina nos fundos de uma propriedade e onde passa um pequeno curso d´água. Outro fator preocupante é que o crime ambiental ocorre na zona de amortecimento do Parque Natural Municipal Montanhas de Teresópolis, que nessa região mantém o núcleo voltado para os esportes de montanha relacionados à escalada. Aliás, bem próximo do ponto onde vem sendo realizado o despejo de todo o tipo de lixo está uma placa indicando a existência da unidade de conservação ambiental.
“Isso é mais um motivo de vergonha para o município, mais um local onde criminosos acham que podem jogar tudo que não lhes interessa mais. Além do prejuízo para o meio ambiente diretamente, perdem todos os moradores do entorno e futuros visitantes, visto que, além das possibilidades de escalada já bastante conhecidas nas paredes do Parque do Imbuí, esse bairro tem muitas possibilidades de caminhos para a prática do mountain bike, inclusive a rua que vem sendo utilizada como depósito de lixo é um dos caminhos dos ciclistas”, pontua um leitor do jornal O Diário que entrou em contato com a nossa redação para relatar a situação.
Através da Assessoria de Comunicação da Prefeitura, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente informou no final da tarde desta quarta-feira “que até o momento não há registro desta denúncia na Ouvidoria Geral do Município, mas que enviará equipe de fiscalização ao local para verificar a situação e tomar as medidas cabíveis”. Na semana passada, O Diário mostrou outra região onde o crime é frequente, as estradas que ligam Quebra-Frascos a Pimenteiras. Em um desses locais, moradores instalaram câmeras de segurança para filmar a ação de descarte irregular e criminoso de lixo.

Denuncie, faça sua parte
Para reclamar a situação ao poder público não é necessário informar seus dados. Basta ligar para a Secretaria Municipal de Ambiente (2742-7763), Secretaria de Posturas (2742-8445) ou Ouvidoria Municipal, pelo telefone 0800 282 5074. Também segundo a Prefeitura, para quem joga lixo nesses terrenos ou em via pública a multa equivale a R$ 1.000,00 e pode dobrar em caso de reincidência e a fiscalização é feita pela a equipe do Controle Urbano. Além disso, os donos dos terrenos também são responsáveis pela preservação do seu patrimônio e são obrigados a cercar e murar, ficando sujeito às penalidades da lei, que no caso são 500 UFIR. 

 

Tags

Compartilhe:

Edição 22/02/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Temporal mata cinco pessoas no estado do Rio

LADRÕES DE RESIDÊNCIAS: Troca de tiros e quadrilha presa na Barra do Imbuí

Flávio Dino toma posse como ministro do Supremo Tribunal Federal

Bolsonaro não responde à PF em depoimento sobre golpe de Estado

Governo do Estado atua nas cidades afetadas pelas chuvas

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE