Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Mais um prazo da escola bilíngue não será cumprido

Era março, depois passou para agosto e agora prefeito fala que vai entregar em setembro

“Another deadline missed by the mayor”. Não será dessa vez que a chamada “gestão” vai cumprir um prazo previsto para concluir uma obra pública em Teresópolis. Em março passado, O Diário mostrou que estava “engatinhando” a obra de reforma da escola municipal Professora Acliméa de Oliveira Nascimento, a prometida “escola bilíngue do Bairro de São Pedro”, serviço que deveria ter sido concluído naquele mês. Na ocasião, o governo municipal informou ter sido necessária a prorrogação de tal prazo e que a nova previsão de entrega seria em 140 dias, portanto, em meados de agosto – no máximo. Porém, nesta quinta-feira, a assessoria da PMT divulgou nova previsão para a possível conclusão do serviço, que se arrasta há mais de um ano. “Investimos para entregar, até setembro, uma escola de qualidade, totalmente remodelada, moderna e com a proposta pedagógica inovadora de ser a primeira escola bilíngue da rede municipal de Teresópolis”, destacou o Prefeito Vinicius Claussen no material de divulgação do seu governo – que termina em dezembro próximo, sem possibilidade de reeleição.
Importante frisar que, mesmo que a reforma seja realmente concluída nesse novo prazo da sempre atrasada “gestão”, depois é preciso limpar e organizar o prédio público para receber os novos alunos, instalar internet, montar biblioteca, refeitório… Então, seguindo o lento trâmite do serviço público, é bem possível que a Acliméa só retorne às atividades nesse espaço, com o sonhado investimento em uma segunda língua, em 2025. “Another year, another mayor”.

https://chat.whatsapp.com/Gw7eSsf7zg9LDWc3yI2FjX
Em março passado, O Diário mostrou que estava “engatinhando” a obra de reforma da escola municipal. Foto: Arquivo O Diário

Mais sobre a escola
Com 350 alunos do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental, a Escola Municipal Profª Acliméa de Oliveira Nascimento é a primeira unidade escolar de tempo integral de Teresópolis. De 2021 até hoje, a atual gestão implantou o programa de horário integral em mais 18 escolas municipais, na cidade e no interior.

Governo das promessas
Em português ou inglês, atraso e promessas parecem ter o mesmo significado para o atual governo. Assim que as obras da Acliméa foram iniciadas, a “gestão” também divulgou que iria concluir a atrasada reforma da Escola Maçom Lino Oroña e iniciar a recuperação de outro prédio público da secretaria de Educação no bairro da Tijuca. “Durante a visita, o Prefeito frisou ainda que a reforma da Escola Municipal Herminia Josetti, na Tijuca, também está garantida. O projeto executivo está sendo finalizado e, em seguida, será realizado o processo licitatório para seleção de empresa especializada para executar a obra, que deve começar ainda este ano. A comunidade escolar contará com uma unidade de ensino moderna, acolhedora e de tempo integral”. Quase um ano depois, as duas escolas seguem sem receber alunos. A primeira, com a obra devagar quase parando. A segunda, nunca saiu do campo de promessa da “gestão Claussen”. Recentemente, O Diário publicou reclamações de vizinhos do Hermínia, incomodados com o matagal e possíveis focos de mosquitos da dengue no local.

Edição 20/06/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Teresópolis começa a vacinar contra a dengue

ONG vai realizar castração de animais em Teresópolis

Bandido armado assalta motorista de aplicativo em Teresópolis

Delino Tomé corre mais de 900 quilômetros em 14 dias seguidos

Mesmo quem já pagou o IPVA deste ano terá de quitar as duas taxas do CRLV-e

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE