Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Mais uma onça-parda flagrada em trilha do Parque Estadual dos Três Picos

A imagem foi registrada na última semana, por uma das 30 armadilhas fotográficas instaladas na Região da Caledônia, em Nova Friburgo

Uma onça-parda (Puma concolor) adulta resolveu explorar uma das trilhas do Parque Estadual dos Três Picos, unidade de conservação administrada pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e localizada na Região Serrana do Rio. A imagem foi registrada na última semana, por uma das 30 armadilhas fotográficas instaladas na Região da Caledônia, em Nova Friburgo. O monitoramento da fauna por meio de câmeras camufladas ativadas à distância é uma parceria entre o Inea e o Projeto Aventura Animal. “A finalidade desse trabalho é acompanhar, identificar e estudar o comportamento de espécies de animais que habitam o parque. O registro de imagens como dessa onça-parda mostra a importância da unidade de conservação na preservação da biodiversidade”, destacou o presidente do Inea, Philipe Campello. “Essa iniciativa é importante para mostrar à sociedade a riqueza da diversidade biológica que o parque abriga e que precisa ser preservada e essa conscientização precisa começar nas salas de aula. Por isso utilizamos as imagens nas nossas palestras com os alunos”, ressaltou o coordenador do núcleo Três Picos, em Nova Friburgo, Rominique Schimidt.
Com área aproximada de 65.133 hectares, o Parque Estadual dos Três Picos abrange partes dos municípios de Teresópolis, Guapimirim, Nova Friburgo, Cachoeiras de Macacu e Silva Jardim, na Região Serrana do Rio. A unidade de conservação possui sede em Cachoeiras de Macacu, um núcleo de montanha em Nova Friburgo e um núcleo operacional em Guapimirim. Dentro dos limites dessa unidade de conservação encontra-se o mais elevado índice de biodiversidade do Estado do Rio de Janeiro, o que em parte se explica pela variação de altitudes: de 100 m até os 2.366 m do Pico Maior. O Parque é reconhecido internacionalmente como uma IBA (Important Bird and Biodiversity Area), ou seja, uma área prioritária para conservação da biodiversidade de aves, pela BirdLife Internacional e é a maior unidade de conservação do estado.

Tags

Compartilhe:

Edição 12/04/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Veja como pedir a renovação ou a segunda via da CNH pelo Posto Digital

Rua Dr. Aleixo permanece interditada e buraco gera transtornos para a população

prefeitura

Em apenas dois meses, prefeitura recebeu mais de R$ 30 milhões do governo estadual

Dia Mundial do Lazer: Sesc oferece atividades que unem tecnologia e diversão

Mulher presa após furtar 19 peças de roupa e calçados em loja na Várzea

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE