Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Motoristas de transporte escolar de Teresópolis têm até 30 de janeiro para a renovação obrigatória do alvará

Vistorias serão realizadas nos dias 31 de janeiro e 1º de fevereiro

Começou nesta segunda-feira, 22, e segue até o dia 31 de janeiro o prazo para que os motoristas que transportam estudantes providenciem a renovação semestral obrigatória do Termo de Autorização do Serviço de Transporte Escolar, o popular alvará de funcionamento. O comunicado da Secretaria Municipal de Segurança Pública foi publicado na edição do Diário Oficial do Município desta segunda, 22/01.
A vistoria das vans escolares será realizada nos dias 31 de janeiro e 1º de fevereiro, na Praça Olímpica Luís de Camões, na Várzea. As medidas atendem tanto o Código de Trânsito Brasileiro (Lei Federal 9.503/1997) como a Lei Municipal 2.491/2006, que regulamenta a atividade em Teresópolis.
“Os condutores de veículos escolares cadastrados devem estar atentos, pois só estará autorizado a transportar estudantes quem tiver o alvará renovado e a van liberada após a vistoria. Quem não cumprir essas determinações ficará sujeito a multa e poderá ter o veículo recolhido, como prevê a legislação. São medidas obrigatórias e necessárias para garantir um serviço seguro para os alunos”, explica o secretário de Segurança Pública, Marco Antonio da Luz.
Atendimento e documentos: O pedido de renovação semestral é feito através da abertura de processo administrativo online pela plataforma 1doc (https://teresopolis.1doc.com.br/), no protocolo geral da Prefeitura, com atendimento de segunda a sexta, das 12h às 17h.


Os documentos necessários são os seguintes:

• Cópia da Carteira Nacional de Habilitação (CNH);

• Cópia de aferição de tacógrafo na validade;

• Cópia do Seguro APP (passageiros);

• Cópia do Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo;

• Cópia da Certidão negativa de processos criminais expedida pelo Poder Judiciário;

• Extrato de pontuação da CNH;

• Cópia do ISS;

• Último alvará;

• Curso para condução de escolares (caso não conste na CNH);

• Laudo de manutenção preventiva do veículo.


Etapas: Depois de solicitada a abertura do processo administrativo, o documento será encaminhado pelo Protocolo para análise da Coordenadoria de Engenharia de Tráfego, que verificará a documentação necessária para a expedição do documento requerido.
Caso falte algum documento ou algum deles esteja vencido, o processo retornará ao setor de Protocolo, para que o requerente tenha ciência do ocorrido e providencie a documentação atualizada. Após análise ou reanálise do processo, e constatado que o mesmo contém todas as documentações exigidas, o pedido do requerente será deferido.
Somente depois que o pedido for deferido é que o veículo poderá passar pela vistoria obrigatória dos fiscais da Coordenadoria de Engenharia de Tráfego. Após essa etapa, os condutores das vans escolares consideradas aptas receberão o cartão de autorização contendo os dados do condutor autorizado, da van escolar e de seus auxiliares.
A Coordenadoria de Engenharia de Tráfego está instalada no Centro Administrativo Municipal localizado na Av. Lúcio Meira, 375, sala 215 (prédio do antigo Fórum), na Várzea, e o e-mail de contato é cet@teresopolis.rj.gov.br.

Edição 22/02/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Moradores denunciam possível foco do mosquito em casa abandonada

ÔNIBUS: Rodoviários de Teresópolis podem parar no próximo fim de semana

SindPMT vai debater contratação de 475 trabalhadores “por fora” para a Educação

Oncoginecologista do Hospital São José atenta para perigos do câncer feminino

Caixa lança edital de concurso com 3,2 mil vagas para técnicos

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE