Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

P2 apreende mais armas e munições de bando que agia no Vale da Revolta

Pistola, 38 e munições eram de criminosos que enfrentaram a polícia e “perderam” na terça-feira

Os bandos criminosos ligados a facções do Rio de Janeiro tentam crescer em Teresópolis, mas frequentemente tem sofrido baixas em suas ações em consequência de operações policiais realizadas com informações passadas pela população. Na terça-feira, dois desses bandidos subiram a serra para se vingar de desafeto de grupo rival, matando um jovem de 25 anos que teria várias passagens por tráfico, mas não conseguiram retornaram para casa. Encontraram pelo caminho uma equipe da Polícia Reservada (P2), do 30º BPM, e “perderam”. Um morreu na troca de tiros e outro foi preso, sendo apreendidas duas pistolas e munições. Nesta quinta-feira, novamente o Serviço de Inteligência do quartel local deu prejuízo para esse bando criminoso: foram encontradas em uma casa no Vale da Revolta uma pistola Taurus .40, com três carregadores, além de 37 munições para tal, um revólver Taurus calibre 38 com numeração raspada, um coldre, três sacolés de cocaína e um telefone celular.
Os militares receberam informações que um homem de 32 anos teria ficado responsável por guardar o armamento e drogas que seriam dos dois flagrados em Teresópolis na terça-feira. Diante do flagrante, ele terminou na 110ª Delegacia de Polícia, onde foi autuado e levado para o xadrez até transferência para presídio no Rio de Janeiro. Informações que possam auxiliar no trabalho da PM podem ser passadas anonimamente para os telefones 190 e 2742-7755. O segundo número também funciona como Whatsapp.

Prisão e morte
A dupla que teria vindo de comunidade do Rio de Janeiro para ação em Teresópolis na terça-feira, saia da “Vila Esperança” utilizando toucas ninja, após matar um rapaz de 25 anos, quando se deparou com equipe da P2. Houve troca de tiros e um deles, de 44 anos, morreu no local. O outro, de 37, conhecido com “Hulk”, acabou se entregando.
Foram apreendidas duas pistolas de calibre 9mm, uma de marca Stoeger e outra HS Produkt, ambas com numeração raspada, e 26 munições para tal calibre. Uma touca ninja, um gorro preto e três celulares foram apreendidos. A equipe do 30º BPM, que tem intensificado as operações nessa e em outras comunidades onde tem ocorrido enfrentamentos do tipo, encaminhou o acusado para a 110ª DP.

União das forças de segurança
Nesta quarta-feira (30), o Diário conversou com o Delegado Titular sobre o assunto. Márcio Dubugras reforçou a importância da parceria entre as forças de segurança do município para evitar a continuidade dessa disputa por pontos de venda de drogas e crimes que podem fazer vítimas pessoas inocentes. “Tanto a delegacia quanto o 30º Batalhão tem atuado diariamente no sentido de evitar que homicídios aconteçam e investigar o mais rápido possível. Infelizmente em Teresópolis, como em outras regiões, tem ocorrido conflitos entre facções que brigam pelo comando de venda de drogas, com um matando o outro com o objetivo de enfraquecer o rival”, pontuou, citando que o rapaz assassinado em residência na Rua Aymorés tem passagens por tráfico. “Esse tipo de crime não acontece com pessoas de bem, mas pessoas relacionada ao tráfico. A investigação começa pela folha de antedecentes criminais e quando alguém morre, já verificamos os antecedentes, como hoje onde a vítima tem várias passagens por tráfico”, enfatizou o Delegado.

Edição 01/03/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

GCM e PM apreendem produtos de beleza e saúde vendidos em via pública

Estudantes na campanha contra o mosquito Aedes aegypti

Homem preso com maconha e cocaína em Água Quente

OABRJ e TRF2 realizam parceria para casos de regularização fundiária

Foragido da Justiça é localizado em Teresópolis

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE