Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Pets e fogos de artifício: como proteger os animais em época de festas

Medo do desconhecido aliado à dor provocada pelo ruído pode fazer com que muitos animais tentem fugir. Saiba como denunciar

Isla Gomes

As festas de fim de ano são momentos de alegria e celebração para muitas pessoas, mas podem ser um pesadelo para os animais domésticos. O barulho e as luzes dos fogos de artifício causam medo, estresse e ansiedade em cães, gatos e outras espécies, que podem reagir de forma negativa. A dor no ouvido aliada ao medo do desconhecido pode fazer com que muitos animais tentem fugir de casa ou procurem se esconder o que muitas vezes pode resultar em acidentes. São comuns histórias de animais, principalmente cães, que se machucam, fogem de casa e até morrem por se assustarem com os fogos.  De acordo com o Conselho Federal de Medicina Veterinária, ruídos acima de 60 decibéis, o equivalente a uma conversa em tom alto, já são suficientes para causar estresse físico e psicológico nos animais. Para evitar que isso aconteça, os tutores devem tomar alguns cuidados especiais com os pets nessa época do ano.

Em entrevista ao Diário, o coordenador da Coordenadoria de Proteção e Bem-estar Animal de Teresópolis (COPBEA), ressalta que o ato de soltar fogos de artifícios com barulho é crime e que é importante denunciar. “Enquanto alguns festejam outros sofrem, nós temos a lei n° 3.750/19, que proíbe a queima e soltura de fogos ruidosos, é permitido apenas fogos de vistas, que é com o efeito luminoso e sem sons barulhentos. Em questão de fiscalização, não temos como estar em todos os lugares ao mesmo tempo averiguando essas situações, então nós contamos com a ajuda da sociedade para denunciar, tirando fotos ou gravando vídeos e encaminhando para o WhatsApp da ouvidoria (2742-8264) ou para o 162”, explica Jackson Muci.

Mais empatia
O coordenador destaca que nesta fase do ano há um aumento nos índices de animais que desaparecem, por fugirem de desespero em meio aos barulhos. “É uma situação muito complexa, muitos animais sofrem terrivelmente com essa situação. É aconselhável levar os pets para algum canto da casa e colocar um som ambiente, esse tipo de coisa pode amenizar um pouco o problema. Há muitos casos de animais que se desesperam e fogem, tivemos casos, inclusive, neste Natal de 2023, mesmo com os tutores tomando cuidado, os pets entram em pânico e até se mutilam na tentativa de fugir. O que a gente pede é mais empatia da população, para que coloquem no lugar do outro e não cometam esse tipo de crime. Sobretudo, a gente precisa dessa força em conjunto, o pode público e sociedade, trabalhando juntos tanto na fiscalização quanto na conscientização”, conclui.

Como amenizar o sofrimento dos pets

  • Deixe o animal mais à vontade possível. Mas a orientação primordial é já ter acostumado o bichinho com os ruídos, desde as primeiras semanas de vida.
  • Outra dica é deixar para alimentar o animal próximo da hora dos fogos.
  • Brinquedos e petiscos também podem distraí-los durante os barulhos mais intensos dos fogos de artifício.
  • Em casos mais sensíveis, alguns cães chegam a ter convulsões. Antes que isso aconteça, o veterinário pode recomendar algo para acalmar o animal.
  • Se possível, deixe o animal em um cômodo com menos barulho.
  • Certifique-se de que não há rotas de fuga no ambiente.
  • Feche portas e janelas durante a queima de fogos.
  • Utilize sons relaxantes ou ligue a TV com volume alto para abafar ruídos externos.
  • Tente não demonstrar preocupação ou com medo, seu pet pode sentir sua tensão, mostre-se no controle da situação.

Como denunciar
A COPBEA informa que para denunciar, a pessoa deve fazer foto e/ou vídeo da soltura de fogos de estampido e encaminhar para a Ouvidoria Geral através do aplicativo eOuve, preferencialmente identificando o autor e endereço da ocorrência. Caso a infração seja comprovada, o responsável será multado. Não sendo comprovada a infração, o responsável pela soltura de fogos poderá ser notificado. Mais informações pelo 162 ou 2742-8264 (WhatsApp oficial) Ouvidoria Geral do Município.

Edição 02/03/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Mutirão de inscrições do Pré-vestibular Social em Teresópolis

Capela mais antiga de Teresópolis ganha rota cultural

É preciso quitar todas as dívidas do veículo para obter o CRLV 2024

Fla bate Madureira no Maracanã por 3 a 0 e conquista Taça Guanabara

Do abrigo para o lar, a importância das feiras de adoção de pets

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE