Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

“PREFEITO, CADÊ O DINHEIRO DA CAUSA ANIMAL?” Protetoras visitam canil e denunciam insalubridade

Revolta é maior porquê governo Vinicius recebeu R$ 1,5 mi para novo CTA e não explica onde recurso foi parar

Na manhã desta quinta-feira (18), quatro das muitas defensoras da causa animal em Teresópolis estiveram no canil municipal, localizado ao lado do lixão do Fischer, para verificar as condições do espaço que recebe animais retirados das ruas ou vítimas de maus tratos. Já pela localização, se percebe que é possível ser um ambiente favorável à recuperação de um cão machucado, por exemplo. Mas, além disso, elas encontraram um depredado prédio, que precisa de muita atenção para atender com o mínimo de condições uma causa tão importante. Além disso, elas ficaram mais indignadas porque sabem que não seria necessário estar passando por nada disso: há quase dois anos, o Governo Vinicius Claussen recebeu emenda parlamentar no valor de R$ 2 milhões para serem empregados na causa animal, sendo R$ 1,5 para a construção de um novo Centro de Atendimento Animal. Nenhum tijolo sequer foi colocado de pé e, tão absurdo quanto, a “gestão” não explica o que fez com tanto dinheiro.

Depois das visitas, elas denunciaram situação de insalubridade no espaço dedicado aos animais em Teresópolis


Participaram da visita técnica as protetoras Rachel, Eunice, Nadir e Rose, acompanhadas da vereadora Érika Marra (PMB), quem interveio junto ao deputado federal Hugo Leal os recursos para a construção de um espaço adequado para os animais. “Esse canil nem era mais para existir, são condições insalubres. Os profissionais que trabalham lá são excelentes, trabalham com profissionalismo e amor no coração, mas o local não presta. Derrubaram um colégio para construir o novo, dinheiro tem, mas a prefeitura sequer explica o que houve. Dinheiro tem, falta competência. O que vimos no Fischer é deprimente”, pontuou a edil.
“A prefeitura recebeu milhões para construir um novo CTA e nada. Mais uma vez questionamos o Sr. Prefeito Vinicius Claussen, onde foi parar essa verba? É deprimente ver a situação desses animais, esse lugar é insalubre, ao lado de um lixão, cheio de mosquitos. Sr. Vinicius Claussen, onde foi parar a verba do CTA?”, questiona a advogada e defensora animal Rachel Isaías.


Eunice Ferreira, massoterapeuta e protetora da causa animal, reforça a indignação contra a chamada “gestão”. “A vergonha desse canil, há mais de dois anos a gente pede prefeitura que seja resolvida. Ano passado tivemos um incêndio no lixão e não fossem as protetoras, esses animais poderiam ser intoxicados. Conseguimos lares temporários para diversos animais, enquanto a prefeitura, que recebeu verba, não alugou nenhum espaço, não providenciou nenhuma vaga para que os animais tivessem uma vida melhor. Desde então são só promessas, eles não têm feito nada em relação a esse canil, muito menos um novo CTA”, pontuou.
Autor da emenda
Autor da Emenda Parlamentar que destinou R$ 1 milhão e meio para a construção do Canil, ou CTA, como ficou bem o prefeito divulgar em diversas matérias, sumindo com o dinheiro sem dar satisfações até à Câmara Municipal, a quem deve explicações por força de lei, o deputado federal Hugo Leal disse a O DIÁRIO que vai esperar a eleição do novo prefeito, quem vai ter garantido R$ 2 milhões para a obra que acabou não sendo feita pelo atual governo, apesar do recurso ter chegado a tempo ao município.

Governo Vinicius Claussen recebeu um “checão” para investir em um novo CTA, mas sequer explica onde o dinheiro foi parar. Foto: AsComPMT

Silêncio da “gestão”
No ano passado, o Diário já havia questionado a “gestão” Claussen sobre a situação, sendo encaminhada à redação resposta onde se entendia que tal projeto ainda seria realizado, “pois estava em adequações”. Tanto tempo depois, mais uma ideia do governo Vinicius continuou apenas no campo imaginário e, mesmo com muitos questionamentos, o prefeito passou a se calar sobre o tema. Nas últimas semanas, a “gestão” tem sido muito questionada, inclusive pela Câmara Municipal, mas sem se pronunciar sobre a utilização do dinheiro público destinado à causa animal. Nesta sexta-feira (19), cobramos novamente um posicionamento, não enviado até o fechamento desta edição.


Edição 23/05/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Noventa bombeiros militares do Rio de Janeiro são condecorados pela atuação no Rio Grande do Sul

Corujão: novos horários de ônibus durante a madrugada em Teresópolis

Lula avalia vetar taxação federal de compras internacionais até US$ 50

Fiação quase no nível da rua na Dr. Aleixo, na Várzea

Centro Operacional da GCM homenageia Márcio Catão

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE