Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Presidente sanciona lei que reduz idade mínima para laqueadura

Lei reduz de 25 para 21 anos idade para esterilização voluntária

Flávia Albuquerque – Repórter da Agência Brasil – São Paulo

O presidente Jair Bolsonaro sancionou a Lei 14.443/22 que diminui de 25 para 21 anos a idade mínima para esterilização voluntária e permite que, na mulher, o procedimento seja feito logo após o parto. O texto, que altera a Lei do Planejamento Familiar, também exclui da legislação a necessidade de consentimento expresso de ambos os cônjuges para a esterilização.

De acordo com o texto, a idade mínima não é exigida de quem já tiver pelo menos dois filhos vivos. A lei mantém o prazo mínimo de 60 dias entre a manifestação da vontade e o procedimento cirúrgico de esterilização, mas inova ao permitir à mulher a esterilização durante o período do parto.

O texto garante ainda a oferta de qualquer método e técnica de contracepção no prazo máximo de 30 dias.

Atualmente a Portaria 48/99 do Ministério da Saúde, que regulamenta a lei, proíbe a laqueadura durante períodos de parto, aborto ou até o 42º dia do pós-parto ou aborto, exceto nos casos de comprovada necessidade.

A lei foi publicada no Diário Oficial da União de hoje (5) entrará em vigor 180 dias após a publicação.

Compartilhe:

Edição 13/07/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Teresópolis caminha para ser um dos maiores produtores de vinho do Sudeste

Há 75 anos uma teresopolitana pisava no Dedo de Deus pela primeira vez

“Cantinho das Cerejeiras” faz sucesso em Teresópolis

Mesmo quem já pagou o IPVA deste ano terá de quitar as duas taxas do CRLV-e

Rio: Polícia prende 6 suspeitos de fraudar agências bancárias

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE