Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Previsão de chuva: Parque Nacional fecha acesso à parte alta

Não será permitida visitação nas montanhas das sedes Teresópolis e Petrópolis nos próximos dias

Em nota divulgada nesta quinta-feira (21), a direção do Parque Nacional da Serra dos Órgãos informou que não permitirá o acesso às suas principais trilhas de montanha nos próximos dias diante dos anúncios feitos por institutos de meteorologia sobre grande volume de chuva para o fim de semana. “Considerando a previsão de riscos de enchentes e deslizamentos de terra, com tempestades eletromagnéticas (raios e trovões) do CEMADEM, o acesso à parte alta – sedes Teresópolis e Petrópolis (Sino, Açu, Travessia e etc.) estará fechada para atividades de montanhas. As condições nas demais áreas de visitação serão monitoradas e fechamentos podem ocorrer a qualquer momento”, informou o Parnaso. Ainda de acordo com a nota, divulgada no site da unidade de conservação ambiental, por este motivo as reservas de pernoite estão canceladas. “Visitantes agendados podem entrar em contato via e-mail para esclarecimentos: sac.parnaso@icmbio.gov.br”, explica o documento, indicando para fechamento o período entre 22 e 24 de março.

O Centro Estadual de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais do Rio de Janeiro (Cemaden-RJ) emitiu um aviso de chuvas fortes para esta quinta-feira (21) em todo estado, e alerta que a previsão é de que os temporais possam atingir o nível “muito forte” na sexta-feira (22). A intensidade da chuva pode fazer com que os acumulados superem os 200 milímetros em 24 horas, volume que pode causar grandes transtornos à mobilidade, quedas de energia, enchentes e deslizamentos, informa o centro. Para se ter uma ideia do que essa quantidade significa, é preciso comparar que cada milímetro de chuva equivale a 1 litro de água por metro quadrado de área em uma localidade. Portanto, 200 milímetros em 24 horas são 200 litros de água de chuva caindo em cada quadrado de uma localidade no intervalo de apenas um dia.

A chegada de uma frente fria deve causar índices pluviométricos de que cheguem a 49,9 milímetros por hora já nas próximas horas, e ultrapassando os 50 milímetros por hora na madrugada de sexta. O temporal deve ser acompanhado de raios e rajadas de ventos moderados a fortes.

O governo do estado anunciou nesta manhã que vai dobrar o efetivo de militares de serviço no Corpo de Bombeiros já a partir desta quinta-feira (21), nas áreas onde há maior probabilidade de inundações, alagamentos, deslizamentos e desabamentos: as regiões Serrana, Sul, Norte/Noroeste e Baixada Fluminense. “Nessas localidades, os comandantes vão ficar aquartelados, de prontidão junto com a tropa, para pronta resposta a possíveis ocorrências”. 

Edição 12/04/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Rua Dr. Aleixo permanece interditada e buraco gera transtornos para a população

prefeitura

Em apenas dois meses, prefeitura recebeu mais de R$ 30 milhões do governo estadual

Diploma não poderá ter identificação de modalidade de ensino à distância

Dom Joel ministra o sacramento da Crisma na Paróquia São Pedro

Teresópolis participa da 12ª Conferência Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE