Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Procon apura falhas constantes no serviço da Enel em Teresópolis

Autarquia recebeu demandas de moradores de bairros como Parque do Imbuí, Canoas e Granja Guarani

Nesta quarta-feira, 01, após recebimento de denúncias e reclamações de consumidores, o Procon Estadual instaurou processo de investigação preliminar e notificou a concessionária de energia elétrica Enel, para prestar esclarecimentos a respeito das supostas falhas constantes na prestação de serviço em Teresópolis, além disso, estão sendo realizadas diligencias, através dos seus agentes, diretamente nas residências e empresas de clientes da concessionária, buscando detalhes sobre o serviço prestado. Nos relatos recebidos de moradores, especialmente dos bairros de Prata dos Aredes, Canoas, Varginha, Granja Guarani, Venda Nova e Parque do Imbuí, há menção à falta de energia elétrica por mais de 72 horas, falta de manutenção da rede e picos constantes de luz, que podem levar a queima de aparelhos elétricos.

“Estamos tomando as providências de competência do Procon para buscar uma melhor prestação de serviço aos consumidores dessa região e, dentro de nossa atribuição, instauramos um processo de investigação preliminar e notificamos a empresa. Além disso, estamos realizando fiscalizações nos bairros afetados e entrevistando os consumidores sobre a prestação de serviço. A empresa terá 10 dias para apresentar sua justificativa e, caso seja constatada violação aos direitos dos consumidores, a empresa será multada e o valor da multa pode chegar um pouco mais de 12 milhões, dependendo da gravidade dos fatos e faturamento da empresa”, afirma Cássio Coelho, Presidente do Procon RJ
Na diligência que está sendo realizada pelos fiscais da autarquia, os agentes confeccionarão autos de constatação que serão anexados ao processo administrativo “É importante apontar que o Procon Estadual está monitorando constantemente essas reclamações e denúncias, tanto que, de 2022 até o início deste ano, R$ 12.645.394,80 em multas foram aplicadas à empresa por problemas recorrentes nos serviços prestados”, completa Coelho. Os consumidores que tiverem denúncias ou reclamações a fazer, podem acessar os canais de atendimento que podem ser consultados no site oficial da Autarquia ( www.procon.rj.gov.br ) .

Edição 18/04/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Governador Cláudio Castro nomeia novo secretário de Polícia Militar

Agendamento online para passaportes está indisponível temporariamente

Polícia Civil conclui inquérito e indicia por tráfico mulher que deu balas com droga para camareira de hotel em Teresópolis

Prefeitura de Teresópolis confirma data do leilão de veículos apreendidos

Veja como ficam as repartições e atrativos turísticos de Teresópolis no feriado

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE