ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Projeto Escola no Parque promove ações de Educação Ambiental

Data: 11/06/2019

Os alunos passearam pelos 800 metros de extensão da Trilha do Jacu, um dos atrativos da sede Santa Rita do PNMMT

Alunos da Escola Municipal Pedro Torres Leite, localizada em Santa Rita, no Segundo Distrito, participaram de uma experiência em educação ambiental no Parque Natural Municipal Montanhas de Teresópolis. A ação inaugurou o projeto “Escola no Parque”, realizado pela Secretaria de Meio Ambiente na sede da zona rural da unidade de conservação ambiental. Os alunos passearam pelos 800 metros de extensão da Trilha do Jacu, tiveram uma interação com animais silvestres e participaram de recreação e de uma oficina de escovação dentária. A atividade teve parceria com SESC Teresópolis e faz parte das comemorações pela Semana do Meio Ambiente, na última semana. 
A trilha propôs a interação com a natureza. A recreação com animais nativos sensibilizou os alunos sobre despertar a importância da existência desses animais para a vida do ser humano. Já a interação com animais silvestres abordou formas de convivência harmônica com as cobras, especialmente para moradores de áreas com grandes fragmentos de Mata Atlântica.  No domingo, foi realizado passeio na sede Pedra da Tartaruga do Parque Natural Municipal Montanhas de Teresópolis, com trilha guiada e aula de yoga.
ANIVERSÁRIO - No próximo 06 de Julho, data em que se comemora a emancipação político-administrativa de Teresópolis, será motivo de muita comemoração a primeira década de história do nosso parque municipal. A unidade de conservação ambiental foi criada através de Decreto em 2009 e, desde então, vem mudando a realidade das comunidades onde está inserida. São quase cinco mil hectares, do Caleme até Ponte Nova, sendo protegidos importantes fragmentos de Mata Atlântica e regiões que poderiam nem existir mais não fosse a importante regulamentação do parque.
Só para se ter uma ideia, a sede principal, onde fica a Pedra da Tartaruga, sofria com grandes agressões antrópicas e, hoje, poderia ter uma grande invasão no lugar dos atrativos turísticos oferecidos. Construções irregulares foram contidas e paralisada a criminosa extração de rochas entre a montanha e Córrego dos Príncipes, além de combatidos outras práticas ambientais ilícitas. Em Santa Rita, a sede na antiga Fazenda Urso Branco tem recebido cada vez mais investimentos e dado um rumo diferente para a região drasticamente afetada na Tragédia de 12 de janeiro de 2011. Para marcar a primeira década do PNMMT, será lançado um livro com a participação de especialistas em diversas áreas ligadas ao parque.

 

Compartilhar:






ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Moro espera que reportagens de site não afetem projeto anticrime

OAB e entidades de classe repudiam assassinato de jornalista em Maricá

O que funciona neste feriado de Corpus Christi em Teresópolis

Imunização de crianças ainda não atingiu a meta em Teresópolis

Prêmio Sesc de Literatura anuncia os vencedores de 2019

        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ