Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Queda na procura por aluguel de imóveis faz preços caírem

O mercado imobiliário em Teresópolis está passando por um momento de grande crescimento na oferta de casas e apartamentos para locação e consequentemente possibilitando a realização de negócios mais favoráveis para quem está à procura de uma moradia para alugar. Se entre os anos de 2011 e 2012 os preços subiram muito por conta da grande demanda surgida à época, com o passar dos anos, essa situação foi se modificando e nos últimos dois meses se acentuou com a das 1600 unidades habitacionais na Fazenda Ermitage.

Marcus Wagner

O mercado imobiliário em Teresópolis está passando por um momento de grande crescimento na oferta de casas e apartamentos para locação e consequentemente possibilitando a realização de negócios mais favoráveis para quem está à procura de uma moradia para alugar. Se entre os anos de 2011 e 2012 os preços subiram muito por conta da grande demanda surgida à época, com o passar dos anos, essa situação foi se modificando e nos últimos dois meses se acentuou com a das 1600 unidades habitacionais na Fazenda Ermitage. 
Seis anos atrás, as pessoas que queriam algum imóvel para aluguel chegavam a se assustar com os valores e para quem dependia do benefício do aluguel social era uma missão quase impossível encontrar opções que se encaixassem no valor que recebia. Atualmente a situação é exatamente oposta, pois são os locadores que encontram um mercado muito difícil.
“Realmente está acontecendo depois que houve essa entrega das casas em Ermitage, tem muita oferta, pessoas entregando apartamento, mas nem por isso a gente vem deixando de fazer negócio. Acontece de muitas pessoas pedirem descontos por causa dessa oferta e o proprietário dá aquela reajustada se puder, até abaixa preços. Sempre pedem algum desconto, não tem jeito”, afirmou Ivana Ramos, funcionária da Vasques Imóveis.
A construção de grandes empreendimentos imobiliários e a facilidade de contratar financiamentos habitacionais a juros muito baixos também proporcionou a saída de centenas de famílias do mercado de aluguel de residências. Muitos condomínios com vários blocos foram entregues nos últimos seis anos e há outros que já estão em fase de finalização. 
Tanto no centro da cidade quanto nos bairros está cada vez mais comum encontrar um grande número de placas anunciando o aluguel. Outro grande indicativo é o caderno de classificados do Jornal O Diário de Teresópolis onde dezenas de imobiliárias divulgam suas ofertas em grande quantidade e abrangendo uma grande variedade de bairros. Nossa reportagem entrou em contato com vários profissionais do setor que confirmaram a dificuldade para conseguir fechar negócio por conta do acirramento da concorrência, por isso o importante é dar ouvidos às propostas dos clientes. De acordo com quem trabalha no setor, este é um momento em que os proprietário precisam ter mais maleabilidade na negociação com os pretendentes a inquilinos para não ficar muito tempo com o imóvel parado. “Os proprietários já estão pensando de outra forma, sabem que não podem bota muito caro porque senão vai ficar muito tempo parado, então para locar eles já colocam dentro do patamar do mercado”, destacou Ivana, explicando também que os imóveis que mais aparecem são apartamentos que possuem valores medianos de aluguel, para atender a um público de renda mais baixa.
Mas não é só o mercado de locação que anda agitado, pois um dos reflexos de haver mais imóveis desocupados e menos gente para alugar também faz com que os proprietários que não querem esperar muito tempo decidam pela venda e também é notório o crescimento do número de residências com as placas em busca por interessados pela aquisição. 

 

 

 

Tags

Compartilhe:

Edição 21/06/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Lula diz que vai sancionar projeto que libera cassinos e jogos de azar

Golpista usa nome da Naturgy para lucrar em Teresópolis

Quando Paquetá é a ponta de um iceberg

Sine divulga 206 vagas de emprego em Teresópolis

SOME COM O DINHEIRO E MENTE EM NOTA OFICIAL: “Calote na empresa de ônibus seria culpa dos vereadores”

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE