Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Radares da BR-116 começam a funcionar

Já estão em fase de testes, sem a aplicação de multas, os radares instalados pela Concessionária Rio-Teresópolis para o controle dos limites de velocidade em seis pontos da BR-116. O período de estudos sobre o funcionamento dos equipamentos deve ser concluído nesta quarta-feira, e, após finalização da análise, se não houver necessidade de nenhuma alteração, a fiscalização passará efetivamente a funcionar com a geração de sanções aos possíveis infratores.

Marcello Medeiros

Já estão em fase de testes, sem a aplicação de multas, os radares instalados pela Concessionária Rio-Teresópolis para o controle dos limites de velocidade em seis pontos da BR-116. O período de estudos sobre o funcionamento dos equipamentos deve ser concluído nesta quarta-feira, e, após finalização da análise, se não houver necessidade de nenhuma alteração, a fiscalização passará efetivamente a funcionar com a geração de sanções aos possíveis infratores. Os radares estão instalados nos quilômetros 1,9 (Cortiço, sentido Além Paraíba), 53,5 (São José do Vale do Rio Preto, ambos os sentidos), 78,6 (Fonte Santa, ambos os sentidos), 91,1 (Parada Santa, ambos os sentidos), 101,2 (Monte Olivetti, ambos os sentidos) e 104,1 (Guapimirim, apenas no sentido Rio de Janeiro). De acordo com a Assessoria de Comunicação da CRT, as sanções são aplicadas pela PRF e a concessionária não tem participação na receita gerada com as infrações.

Pedido antigo de moradores de comunidades vizinhas à rodovia, e consequentemente onde diariamente milhares de pessoas estão sujeitas a se envolver em graves acidentes de trânsito, tal projeto foi desenvolvido pela CRT e encaminhado para análise e aprovação da Agência Nacional de Transportes Terrestres e Polícia Rodoviária Federal. Nesta segunda-feira, equipes da concessionária iniciaram a remoção dos quebra-molas instalados no bairro da Fonte Santa, mantendo o trânsito em meia pista no sentido Rio de Janeiro e desviando para uma pista lateral no sentido Além-Paraíba.

Por conta da obra, e posterior recapeamento da pista, a CRT sugere que os usuários planejem seus deslocamentos com alguma antecedência em função de possíveis retenções. O local estará devidamente sinalizado e equipes serão mantidas no trecho para orientação dos motoristas. Para outras informações os usuários da BR-116/RJ devem ligar nos números 0800-0210278 e 0800-0210279 (deficientes auditivos e de fala), que funcionam em plantão 24h. 

Em dezembro passado, O DIÁRIO já havia divulgado os limites iniciais de velocidade a serem praticados. Em dois pontos de Guapimirim, por exemplo, os motoristas não poderão passar dos 50km/h se não quiserem ser multados. A Fonte Santa é a única localidade da zona urbana do município que terá o controle eletrônico de velocidade, com a velocidade máxima permitida chegando a 60km/h no quilômetro 78,6, em ambos os sentidos. Diversos acidentes graves, sendo muitos atropelamentos, foram registrados nesse ponto da BR-116. 

Mudança na Prata

Outra mudança na principal rodovia que corta o município acontece no quilômetro 75, bairro da Prata, onde os motoristas devem ter maior atenção no encontro com a Rua Avelino Machado Bastos, proximidades do Detran. Agora não é permitido mais sair da via menor em direção ao Segundo Distrito, sendo necessária conversão pouco antes, passando pela Rua Wenceslau José de Medeiros e viaduto da Fonte Santa. Quem segue pela rodovia sentido Além Paraíba não pode entrar diretamente na Avelino Machado, sendo necessário retorno em posto de gasolina próximo. Apesar da instalação de duas placas indicando a direção proibida e o sentido obrigatório, além de um cartaz alertando sobre a mudança desde a semana passada, nesta segunda-feira flagramos alguns motoristas cruzando a rodovia federal de maneira errada. Vale destacar que poucos metros à frente foi instalada uma câmera de monitoramento.

Sistema de monitoramento

Desde abril passado estão em funcionamento nove câmeras no BR-116, sendo uma no bairro da Fonte Santa, quilômetro 78, e outras nas proximidades do Soberbo e trecho da Serra (Quilômetros 89, 90, 90,5, 92, 93, 94, 100 e 104 ). De acordo com a Concessionária Rio-Teresópolis, os equipamentos têm por objetivo o monitoramento da rodovia pelo setor de Operações. Vale destacar as câmeras ficam em movimento ora sentido Teresópolis, ora sentido Rio, de forma a cobrir o maior perímetro possível, podendo, entretanto, não registrar algum evento que ocorra no sentido oposto ao direcionamento das mesmas, em determinado momento.

 

Tags

Compartilhe:

Edição 23/05/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

TRE-RJ absolve Cláudio Castro e mantém mandato de governador do Rio

Polícia procura corpo de Anic em sítio que Lourival pesquisou na internet

Saúde: mãe denuncia dificuldade para internação de criança em Teresópolis

“RJ para Todos” faz quase 400 atendimentos na Barra do Imbuí

Vasco da Gama enfrenta o Náutico em Teresópolis

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE