Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

“Rio de esgoto” faz aniversário no Bairro de Fátima

Moradores relatam que "já cansaram de reclamar na Ouvidoria Municipal"

Em tempo de dengue, zika, chikungunya e sabe-se lá quantas outras enfermidades que podem ser transmitidas por mosquitos e outros vetores de doenças, locais que podem propiciar a proliferação deles são motivos de preocupação para a grande maioria das pessoas. Um desses pontos é a Rua João Batista Vaz, próximo ao número 35, no bairro de Fátima. Segundo moradores, há mais de um ano um grande volume de esgoto corre em plena via pública, problema que já teria sido reclamado em todos os setores indicados pela prefeitura, entre eles a Ouvidoria, sem nenhum tipo de solução. “Já tem mais de um ano que fiz a primeira reclamação, na Ouvidoria da Prefeitura, por e-mail e E-Ouve. Alegam falta de verba e nada é feito”, relata a moradora Vanessa Santos. “Sempre é a mesma desculpa. Dizem que é só informar na Ouvidoria, mas parece que só ouvem lá, sem resolver absolutamente nada”, aponta outro leitor residente naquele bairro, Mario Leandro Silveira.
Recentemente, a leitora Vanessa também disse ter entrado em contato com o governo Vinicius Claussen para questionar problema da falta de iluminação pública. “Vários protocolos foram abertos, mas não foi feito, a rua às escuras como tantas outras. Mais uma vez liguei pra Secretaria de Serviços Públicos e fui informada que não possuem recursos para o reparo e quanto à iluminação disseram que nãoo tem caminhão para realizar a troca das lâmpadas, ou seja, agora tem lâmpada e não tem caminhão”, reclamou. Nesta terça-feira (17), buscamos um posicionamento da gestão municipal em relação ao caso do esgoto a céu aberto que preocupa não só quem mora na Rua João Batista Vaz, mas qualquer pessoa que precise passar por esse local diante das condições apresentadas e riscos de acidentes e doenças. Em nota, foi informado pela Assessoria de Comunicação que “A Secretaria Municipal de Serviços Públicos vai ao local, nesta quarta, 18, para fazer uma vistoria e providenciar os reparos necessários”.
Informações sobre problemas em comunidades podem ser passadas diretamente para a redação do jornal O Diário e Diário TV através do WhatsApp 21 98136-6050.

Buracos na Muqui
Quem acessa a Vila Muqui deve ter atenção redobrada no cruzamento da rua com o mesmo nome e a Fernando Martins, logo na entrada do bairro vizinho ao Centro. Há meses um dos pedaços de ferro improvisados como espécie de cobertura da rede fluvial cedeu, ficando aberto um espaço bem grande que pode gerar acidentes para pedestres, ciclistas e motociclistas, principalmente, sem esquecer os possíveis danos nas suspensões dos veículos. Assim como em Fátima, moradores da região relatam que os pedidos de reparo têm sido ignorados pela PMT. Quem mora na Vila Muqui tem ainda que conviver com grande número de buracos em vias públicas, situação que deve piorar ainda mais com a chegada do período chuvoso. 

 

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Edição 16/08/2022
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Notícias falsas nas eleições de 2020 preocupam especialistas

Policial de férias prende acusado de tráfico na entrada da cidade

Policial civil denunciado por lavagem de dinheiro é preso no Rio

Magalu vai abrir loja em Teresópolis e inicia processo de contratação

Petrópolis x Teresópolis, a travessia mais bonita do Brasil