Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Sagui ameaçado de extinção é avistado no Parque dos Três Picos

Registro foi feito por armadilha fotográfica montada a 1.400 metros de altitude

Endêmicos da Mata Atlântica e ameaçados de extinção, dois Saguis-da-serra-escuro (Callithrix aurita) foram flagrados explorando uma das trilhas, a 1.400 metros de altitude, do Parque Estadual dos Três Picos, unidade de conservação administrada pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e situada na Região Serrana do Rio. É a primeira vez que indivíduos dessa espécie são avistados a uma altitude tão elevada na região da Caledônia, em Nova Friburgo. A imagem desses dois animais foi capturada, no dia 17 de agosto, por uma armadilha fotográfica instalada em uma trilha da unidade de conservação localizada em Nova Friburgo. “O avistamento de saguis-da-serra-escuro a uma altitude dessa é inédito. E esse flagrante mostra como o ambiente do nosso parque está propício para o abrigo de animais como esse primata. Esse monitoramento que fazemos, por meio de armadilhas fotográficas, é importante para a identificação e proteção de espécies ameaçadas de extinção”, ressaltou o coordenador do núcleo Três Picos, em Nova Friburgo, Rominique Schimidt.


O monitoramento dos animais silvestres, por meio de câmera ativada à distância é fruto de uma parceria entre o Inea e o Projeto Aventura Animal, e tem a finalidade de monitorar a fauna do Parque Estadual dos Três Picos para fins de pesquisa e ações de educação ambiental. São 20 câmeras camufladas que estão instaladas em várias trilhas da unidade de conservação em Nova Friburgo. Em junho deste ano, a câmera flagrou uma mamãe gato-do-mato (Leopardus guttulus) e seu filhote percorrendo uma trilha.
Com área aproximada de 65.133 hectares, o Parque Estadual dos Três Picos abrange partes dos municípios de Teresópolis, Guapimirim, Nova Friburgo, Cachoeiras de Macacu e Silva Jardim, na Região Serrana do Rio. A unidade de conservação possui sede em Cachoeiras de Macacu, um núcleo de montanha em Nova Friburgo, dois núcleos em Teresópolis (núcleo Jacarandá e o Vale da Revolta), e um núcleo operacional em Guapimirim. Dentro dos limites dessa unidade de conservação encontra-se o mais elevado índice de biodiversidade do Estado do Rio, o que em parte se explica pela variação de altitudes: de 100 m até os 2.366 metros do Pico Maior. O Parque é reconhecido internacionalmente como uma IBA (Important Bird and Biodiversity Area), ou seja, uma área prioritária para conservação da biodiversidade de aves, pela BirdLife International

Edição 24/02/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Conta de água comercial com 100% de aumento ainda sem solução

MEIs: Contadora explica aumento no valor da contribuição previdenciária

Ação conjunta prende homicida em Itaipava

Viação Teresópolis atualiza tabela divulgada pelo Detro e informa novos valores

Jacarandá, um lugar para visitar em qualquer estação do ano

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE