Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Secretaria de Cultura prepara edição 2023 da Chocoserra em Teresópolis

Tradicional evento será realizado no Sesc Alpina no próximo feriadão

Nina Benedito
A Chocoserra envolve toda a cadeia produtiva da cultura no evento. A primeira edição foi realizada em 1997 e a seguir foram 12 anos consecutivos de evento na cidade. Após um período de hiato, a Prefeitura retomou o festival no ano de 2019, no Espaço Cultural Higino. Com a pandemia, o evento foi novamente paralisado e em 2022 foi retomado, dessa vez no Sesc Alpina, em um espaço belíssimo e com muitas atrações especiais. Em entrevista realizada na Diário TV, a secretária municipal de Cultura, Cléo Jordão, falou sobre a valorização dos artistas locais nessa edição, que será realizada de 20 a 23 de abril também no Sesc Alpina. “O nosso objetivo é privilegiar o chocolate da cidade, o artesão que trabalha com produto da cidade. Nós teremos 13 expositores de chocolate que participam desde a primeira edição, então, nosso objetivo é fomentar produto local e finalizar a Estação Chocolate com esse belíssimo festival”, destacou.


A valorização não só dos produtos locais, mas também dos artesãos e dos artistas que farão suas apresentações durante todo o evento, é o ponto de destaque da Chocoserra. “Além de degustar um belíssimo e gostoso chocolate, teremos a mini fábrica de chocolate da Maria Torta, teremos Aula Show com a escola de gastronomia IGA, que vai promover todos os dias uma aula show de culinária de chocolate, teremos a parte de salgados também com dois stands na parte de cima e mais dois na parte de baixo, onde tem a recreação. Teremos a Terê Artes Manuais com a feira de artesanato”. Para quem não conhece a Terê Artes Manuais é um cadastro que a Secretaria de Cultura tem para a promoção do artesanato local e na Chocoserra aproximadamente vinte expositores, em dois grandes stands, estarão apresentando e comercializando os seus produtos feitos de forma artesanal. “São produtos belíssimos, tenho certeza que quem for visitar ficará encantado com os nossos produtos”, conta Cléo.

Vereador Paulinho Nogueira, secretária Cléo Jordão e o presidente da Câmara Leonardo Vasconcellos durante o evento em 2022

Bandas locais
Algumas bandas irão fazer as suas apresentações durante o evento, todas de Teresópolis e conhecidas do grande público. “Todas as bandas, grupos pequenos são da cidade, teremos Isa & Ju, Baudolino, Sabottage, Rafael Conzensa, o violinista Max Miranda, o saxofonista Leandro Lopes, Vozes do Jazz com Rodrigo Veiga, Pamela Resende”, destaca a secretária.

Programação infantil
O que não vai faltar é atração para a criançada se divertir muito. Um espaço montado especialmente para os pequenos terá contação de histórias e oficina de arte com Sandra Dias, recreação, teatro infantil com a peça “O Coelho Trapalhão”, do Grupo Hocus Pocus, e com o Grupo Pirueta “E a Palhaça o que é?”, além de muito chocolate, claro!

Parceiros do evento
Segundo a secretária de Cultura, sem os parceiros não seria possível a realização do evento. “A gente tem muito que agradecer a Fecomércio, ao Sincomércio que é parceiro na realização desse evento, que nos apoia com toda a infraestrutura de equipe de apoio, com os seguranças, e as crianças podem ficar a vontade, os pais também podem ficar tranquilos”.

Fomento da economia local
Na edição do ano de 2022 o festival de chocolate obteve números expressivos, segundo levantamento feito pela secretaria de Cultura. Foram 28 apresentações culturais com artistas locais, um público de mais de 12 mil pessoas durante o evento, 78 empregos indiretos e um valor financeiro movimentado de R$ 300.000,00. Mais de 600 quilos de chocolate foram utilizados na confecção dos produtos artesanais vendidos durante toda a Chocoserra. A secretária ainda destacou os produtos mais vendidos, foram 1000 mil folhas, 300 pães de mel, 500 trufas, 1000 brownies, 1000 brigadeiros, 500 pizzas e 10.000 pães de queijo. “Nós tivemos um histórico da edição passada que os expositores tiveram que trabalhar a noite inteira para a reposição do produto para o dia seguinte, porque a promoção foi tão grande que eles tiveram que se desdobrar, e com isso eles contratam pessoas que ficam em casa trabalhando ou na loja pra repor os produtos da exposição, além de contratar para o atendimento, que é rotativo. A empregabilidade é muito boa, a gente sabe que movimenta muito economicamente, além de promover o artista local e também gerar renda” destaca a secretária.

Expectativa para 2023
“Como é um grande feriado e a gente está coladinho ao Hotel Sesc Alpina, que já fica com 100% de ocupação hoteleira, então a gente espera uma movimentação de cinco mil pessoas por dia” afirma. “A Chocoserra logo no início quando a gente vinha fortalecendo a marca, nós já recebemos em torno de 70 ônibus de turismo, e agora o nosso papel é esse, divulgar a marca Chocoserra, fortalecer para que essa marca fique aqui e que seja realizada pela prefeitura por longos anos. Eu digo aos produtores, que o evento não é meu, não é da secretaria de cultura, e não é da prefeitura, é deles e eles têm que se apropriar e não deixar morrer, cobrar da gestão pública que permaneça, é uma marca que vem para ficar e ser conhecida no Brasil inteiro”, finaliza a secretária de Cultura.

O evento
A Chocoserra será realizada de 20 a 23 de abril no Sesc Alpina. A abertura ocorrerá às 17h com apresentação do saxofonista Leandro Lopes. Nos demais dias, vai funcionar das 13h às 20h, com entrada franca. O evento conta com o apoio da Fecomércio RJ (CNC, Sesc e Senac) e do Sincomércio Teresópolis.

Edição 13/04/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Enem: prazo para solicitar isenção da taxa de inscrição começa nesta segunda-feira

Licenciamento de veículos: taxa de emissão do CRLV-e volta a ser cobrada

Protetoras sem respostas às críticas feitas à gestão municipal

Sesc Alpina recebe mais uma edição da ChocoSerra

“Agroturismo”, um convite para novas descobertas em Teresópolis

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE