Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Secretaria dos Direitos da Mulher de Teresópolis participa da apresentação do Projeto Réparação

Grupo de reflexão para homens autores de violência doméstica é desenvolvido pela CAPETTE

Equipe da Secretaria Municipal de Direitos da Mulher participou nesta sexta-feira, 31, da ap8resentação do Projeto Réparação – grupo reflexivo para homens perpetradores de violência doméstica. Idealizada pela Casa do Pequeno Trabalhador de Teresópolis (CAPETTE), a ação tem como objetivo conscientizar e sensibilizar os homens sobre a necessidade da mudança de comportamento no contexto doméstico e familiar.

O encontro aconteceu no auditório da 13ª Subseção da OAB Teresópolis, na Várzea, e reuniu representantes dos conselhos municipais de Defesa dos Direitos da Mulher e de Assistência Social, da OAB Teresópolis, do Tribunal de Justiça e da APAE Teresópolis.

A secretária municipal dos Direitos da Mulher, Margareth Rosi, apresentou os equipamentos de atendimento à mulher vítima de violência no município, explicando como é feito o acolhimento e a função de cada membro da equipe. Também foi feito um balanço das ações e atendimentos realizados pela secretaria em 2022 e nos primeiros três meses de 2023.

“Eu tenho certeza que o projeto Reparação vai contribuir de forma significativa para que homens que se portam de forma violenta se distanciem dos comportamentos impulsivos e sedimentados, na maioria das vezes de forma cultural. É fundamental que o agressor, através de diálogo e escuta, trabalhando com uma abordagem multidisciplinar, repense sua conduta e seus valores com vistas à mudança de comportamento. Esse projeto nasceu para somar, é mais uma iniciativa para ampliarmos a rede de proteção às mulheres. Parabenizo os idealizadores pela responsabilidade, compromisso e por pensarem de forma visionária para com as causas femininas, Estamos juntas nessa missão”, destacou Margareth Rosi.

A coordenadora do Projeto, Aparecida Borcard, explicou que a iniciativa nasceu baseada no sofrimento psíquico observado ao longo da escuta das crianças e jovens atendidos pela Capette, através do Projeto Mãos que Acolhem, em parceria com a Secretaria dos Direitos da Mulher.

A equipe concluiu que era fundamental ter um espaço de reflexão para os homens perpetradores de violência doméstica, visto que o adoecimento, na maioria dos casos, envolve todo o núcleo familiar.

Segundo ela, o nome do projeto foi permeado por reflexão sobre o sentido da palavra na sua forma literal e subjetiva. “Literalmente, reparar é pôr em bom estado de funcionamento. Subjetivamente, acrescentamos a esse verbo um acento agudo para que possamos levar, para o nosso público-alvo, o sentido de dar um passo atrás, rever comportamento e cessar o ciclo de violência a que o agressor submete a sua família e a si mesmo. Por isso, propomos o nome Réparação. Estamos engajadas em fazer esse projeto seguir em frente, gerando frutos positivos para Teresópolis. Que possamos ter o apoio necessário, pois juntos somos mais fortes. O combate à violência doméstica é um dever de todos nós”, ressaltou Aparecida Borcard, acompanhada da advogada Sarah Florentino e da assistente social Marcela da Silva Almeida, integrantes da equipe da Capette.

O Projeto

O Réparação consiste em um espaço de reflexão para homens perpetradores de violência doméstica, para que possam se distanciar dos comportamentos impulsivos e sedimentados de forma cultural. A proposta é que, com acompanhamento de assistente social, psicólogas e advogado especialista, esses homens possam refletir sobre seu comportamento, cessando o ciclo de violência a que submete a família e a si mesmo, visto que o adoecimento envolve toda uma estrutura familiar.

Edição 13/04/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Receita Federal em Teresópolis fala sobre declaração de IR 2024

“Agroturismo”, um convite para novas descobertas em Teresópolis

Direito do Unifeso é avaliado pelo MEC como 4º melhor do estado do RJ entre 94 universidades públicas e privadas

“Tesouros da Serra” prestigia o Fórum Regional de Turismo

Domingos de abril com promoção no Parc Magique e fazendinha do Le Canton

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE