Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Segurança reforçada na Praça Olímpica

Vítima de um crime quando foi abandonada pelo governo Arlei Rosa por quase dois anos, até ser concluída uma reforma bem cara e de qualidade questionável, a principal área de lazer da região central do município passou a ser alto de outros tipos de delinquência depois que finalmente foi reaberta. Hoje, quem passa pela Praça Olímpica Luís de Camões encontra um cenário assustador: Centenas de pichações, as indecifráveis marcas feitas pelos bandidos armados de latas de spray, brinquedos quebrados e outros patrimônios depredados por quem deveria zelar pelos bens de uso comum.

Marcello Medeiros

Vítima de um crime quando foi abandonada pelo governo Arlei Rosa por quase dois anos, até ser concluída uma reforma bem cara e de qualidade questionável, a principal área de lazer da região central do município passou a ser alto de outros tipos de delinquência depois que finalmente foi reaberta. Hoje, quem passa pela Praça Olímpica Luís de Camões encontra um cenário assustador: Centenas de pichações, as indecifráveis marcas feitas pelos bandidos armados de latas de spray, brinquedos quebrados e outros patrimônios depredados por quem deveria zelar pelos bens de uso comum. Outra reclamação é sobre a presença de usuários e vendedores de entorpecentes em simultâneo com crianças e adolescentes que buscam o espaço para aproveitar um final de tarde, por exemplo. Visando melhorar esse ambiente e garantir que o espaço seja ocupado de forma adequada, Polícia Militar e Guarda Municipal vão estar juntas em base compartilhada, garantindo a segurança e também implementando projetos esportivos.
A informação da Prefeitura é que o espaço, que hoje tem pontos que lembram becos tomados pela criminalidade no Rio de Janeiro, será revitalizado nos próximos dias. Depois, será montada uma base no prédio onde funcionou setor doa Secretaria de Turismo para receber equipe do 30º BPM e agentes da GM, profissionais que, além da presença física na área de lazer, também contaram com informações do setor de vídeo-monitoramento já em funcionamento na sede da Guarda Municipal.
Comandante do 30º Batalhão de Polícia Militar, o Coronel Marco Aurélio falou sobre a importância da ocupação desse espaço. “A presença do poder público nessa praça em específico foi pensada a partir de série de reclamações sobre pichadores, pessoas que utilizam e comercializam drogas no local, todas vindas de comerciantes, de pessoas idosas e famílias que querem ocupar a praça de maneira sadia. Conversamos então com o prefeito, com o secretário de Esportes, e achamos um meio termo para fazer esse local voltar a ser utilizado somente para o que foi projetado, para que as famílias possam frequentar com tranquilidade e que esses elementos criminosos se afastem ou sejam identificados e presos”, atentou.
O Comandante relata ainda que a ideia da Polícia Militar é estar no local promovendo muito mais do que a segurança. “Também queremos fazer a integração dos através do esporte. Por isso o oficial Tenente Nuno estará trabalhando atividades esportivas, usando esporte como integração social e buscando dar outra visão para aquela praça. Precisamos que ela seja ocupada de maneira digna, de maneira que merece. Teresópolis é a cidade mais segura do Rio de Janeiro e assim queremos que ela continue”, completou.

Bandidos abusados
A ausência de segurança na Praça Olímpica Luís de Camões é motivo de reclamação há bastante tempo e o grito por socorro ecoa a cada novo rabisco promovido pelos marginais que utilizam latas de spray para emporcalhar o espaço público, única área na região central onde crianças podem andar de bicicleta e patins ou desenvolver habilidades em esportes como futebol e vôlei, por exemplo. O abandono por parte do governo municipal tem sido tão grande – até agora, quando a PM tomou a atitude de criar um projeto de segurança específico para a área – que em uma das muitas pichações o bandido escreveu até o horário que deu sua contribuição para uma Teresópolis mais suja e maltratada: 20h10. Com a presença frequente da Polícia Militar e Guarda Municipal, a expectativa é que tais marginais e os vendedores de entorpecentes sejam enquadrados e, se resolverem utilizar a inteligência e aproveitar a oportunidade, possam dar outro rumo para suas vidas através das práticas esportivas.

 

Tags

Compartilhe:

Edição 20/06/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Cantor Chrystian morre em São Paulo, aos 67 anos

Teresópolis começa a vacinar contra a dengue

ONG vai realizar castração de animais em Teresópolis

Bandido armado assalta motorista de aplicativo em Teresópolis

Delino Tomé corre mais de 900 quilômetros em 14 dias seguidos

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE