Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Serviço de Atendimento Médico de Urgência já em funcionamento em Teresópolis

O Diário registra início das atividades e explica como será feito o atendimento das equipes, que ficam baseadas na Tijuca

Luiz Bandeira

Foi inaugurado na última quinta-feira, 23, o Serviço de Atendimento de Urgência (SAMU) que passou a integrar a Rede de Urgência e Emergência de Teresópolis com duas ambulâncias adaptadas para os atendimentos, além de uma equipe especializada formada por 25 profissionais dentre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e motoristas. O chamado pode ser feito pelo telefone 192 ou pela linha auxiliar (24) 2244-4150. O SAMU funciona durante 24h, de forma ininterrupta, na realização de atendimentos e resgates de pacientes em situações de urgência-emergência, onde haja a necessidade de intervenção especializada imediata. Após a remoção, o paciente será encaminhado para uma unidade de saúde com atendimento de pronto-socorro. O atendimento em Teresópolis será coordenado pela Central de Regulação de Urgências (CRU), localizada em Petrópolis, que será a responsável por definir as prioridades e despachar as ambulâncias. Outras emergências continuarão sendo competência do Corpo de Bombeiros.
O secretário de Saúde, Antônio Henrique Vasconcellos, em entrevista ao jornal O Diário e Diário TV nesta segunda-feira, 27, falou desse novo serviço prestado a população de Teresópolis. “Já está em pleno funcionamento na cidade, fizemos a inauguração e estamos já operando com vários atendimentos, várias chamadas, alguns chamados resolvidos nos locais e os outros sendo removidos para uma unidade de referência. Nós contamos com dois coordenadores no SAMU, um coordenador administrativo e um coordenador de enfermagem para gerenciar toda a parte de logística do SAMU 192 e estamos operando mais um equipamento de saúde na nossa cidade”, explicou o secretário de Saúde, que adiantou ainda que o serviço será ampliado em breve. “Futuras instalações principalmente, como o próprio prefeito disse, no Segundo Distrito do município. Estamos ainda trabalhando, precisamos de autorização do estado eu não posso prometer uma data sem a autorização, mas já conversei com a regional do estado, Dr. Lenine, e ele já está esperando as documentações chegarem pra autorizar brevemente”, adiantou Antônio Henrique.
Nossa equipe falou também com o coordenador do serviço em Teresópolis, Pablo Féo, que detalhou como são atendidos os casos de urgência e emergência pelo serviço. “O SAMU foi implantado com o intuito de atender a população de um modo geral. Ele vai atender tanto na parte clínica, como na parte do trauma também, em auxílio ao Bombeiro em algumas ocorrências e pediatria, no atendimento pré-hospitalar em um todo. De acordo com a necessidade do paciente a gente vai direcionar ele para a unidade de referência ao qual a gente já tem pré-estabelecida junto a regional. A gente tem o 192 que é uma ligação gratuita e nacional e tem uma linha auxiliar na regional serrana que é o DDD (24) 2244 4150 porque algumas operadoras têm alguma dificuldade em fazer essa ligação para o 192, às vezes cai em uma outra região, se alguém tiver uma dificuldade e não conseguir acessar o serviço do SAMU pelo 192 é só usar essa linha auxiliar que com certeza será bem recebida essa ligação e vão direcionar de acordo com o possível e o necessário”, explicou.
Pablo disse ainda que o atendimento começa no telefone e ainda que ele será o elo entre a central reguladora e o paciente em Teresópolis. “A gente está aqui para fazer essa ligação entre a base Teresópolis e a base regional que é responsável por vários municípios ao mesmo tempo. É uma central de regulação que absorve todos os chamados e ali ela determina se há a necessidade ou não de disparar as ambulâncias. Algumas situações o próprio médico regulador já resolve no contato telefônico, não sendo necessário muitas das vezes fazer esse deslocamento. Mas se houver a necessidade nossas equipes vão estar de prontidão e o deslocamento é imediato”, disse.

Grande equipe
Integram as equipes médicos, enfermeiros, técnicos e socorristas. “São 25 profissionais, sete médicos, seis enfermeiros, quatro técnicos de enfermagem e oito condutores socorristas, todos eles capacitados. Nós fizemos um processo seletivo através do SINE, a gente absorveu os currículos e ali no currículo a gente analisou quem estava mais apto a atuar junto ao SAMU e pode ter certeza que vocês vão estar em boas mãos”, pontuou o coordenador Pablo Féo.

Viaturas diferentes
O SAMU tem capacidade de atendimento do mais complexo aos casos mais simples com unidades distintas de pronto atendimento, o coordenador de enfermagem do serviço de atendimento, Marcos Cardinot, detalhou como funciona o acionamento das equipes. “São duas viaturas diferentes. Uma viatura que é avançada, ela corre com um médico, um enfermeiro e um motorista. E a viatura básica corre com um técnico de enfermagem e um motorista. O trabalho de determinar qual unidade ira atender, será feito pela coordenação em Petrópolis, tem uma regulação e quando o morador de Teresópolis ligar para o 192 ele está sendo atendido já no telefone, o médico lá na regulação vai ver do que se trata e vai orientar os procedimentos que a pessoa vai tomar. A partir do momento que acontece a ligação a pessoa já está sendo atendida, então em cima do que ele passar de informação o regulador vai disparar ou a unidade básica ou a avançada de acordo com a necessidade”, concluiu Cardinot.
O custeio do serviço será dividido entre os governos federal e estadual, resultado da assinatura de convênio assinado em 12 de agosto de 2021.

 

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Edição 28/06/2022
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Notícias falsas nas eleições de 2020 preocupam especialistas

Policial de férias prende acusado de tráfico na entrada da cidade

Magalu vai abrir loja em Teresópolis e inicia processo de contratação

Câmara aprova representação contra o prefeito de Teresópolis

Veículo abandonado em via pública é incendiado