Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Temporal mata cinco pessoas no estado do Rio

Japeri declara estado de calamidade pública

Ana Cristina Campos – Agência Brasil
O temporal que caiu na noite dessa quarta-feira (21) no estado do Rio deixou cinco mortos. De acordo com a Defesa Civil municipal de Japeri, na Baixada Fluminense, houve duas mortes no município: um menino de dois anos e uma mulher de 24 anos, em desabamentos em locais diferentes.

A prefeita de Japeri, Fernanda Ontiveros, disse, numa rede social, que a precipitação foi de mais de 168 milímetros (mm) de chuva em seis horas.

“Estamos com todo o corpo técnico do governo do estado e do governo federal em contato. Declaramos estado de calamidade pública e vamos atuar hoje nos mais de 17 bairros afetados até que a gente consiga que tudo esteja estável. Presto minha solidariedade às famílias atingidas, principalmente a do menino Calebe, de dois anos, e da Carolina Sodré”, disse a prefeita.

Em Nova Iguaçu, dois homens morreram em decorrência das chuvas nos bairros Ipiranga e Jardim Pernambuco.

Um vídeo que viralizou nas redes sociais mostra um jovem ajudando a salvar uma mãe e dois bebês, que estavam dentro de um veículo ilhado. O caso ocorreu em Nova Iguaçu. Marcos Vinícius Vasconcelos, de 20 anos, estava em um ônibus e conseguiu se esticar até o carro para ajudar a família. O veículo foi arrastado pela enxurrada logo após o resgate ser concluído.

Em Barra do Piraí, no sul do estado do Rio, um deslizamento de terra atingiu uma edificação residencial de três pavimentos, vitimando uma mulher na rua Paula da Silveira, no Morro do Gama. Os bombeiros conseguiram retirar quatro pessoas com vida dos escombros e seguem nas buscas por outras três vítimas que, segundo relatos, estariam soterradas.

Bombeiros também atuam na rua Arariboia, 1.200, no bairro Vila Mariana, em Mendes, onde outro deslizamento foi registrado. Duas pessoas foram resgatadas com vida, mas há pelo menos mais uma vítima reclamada, uma criança de cerca de seis anos.

Operação
“A operação do Corpo de Bombeiros em resposta às chuvas conta com o empenho de bombeiros divididos em Grupos de Resposta ao Desastre, com apoio de viaturas de salvamento, ambulâncias, barcos de alumínio para socorro a pessoas ilhadas por inundações e alagamentos, drones, aeronaves para busca de vítimas e monitoramento das áreas atingidas e cães farejadores, além de especialistas em resgate em estruturas colapsadas”, afirmou o secretário estadual de Defesa Civil e comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Leandro Monteiro.

Os bombeiros foram acionados para 137 ocorrências relacionadas às chuvas nas últimas 24 horas em todo o estado do Rio.

Neste momento, é muito alto o risco hidrológico em Nova Iguaçu, Queimados, Barra do Piraí, Mendes, Paracambi, Porto Real, Engenheiro Paulo de Frontin, Japeri e Belford Roxo com possibilidade de inundações e alagamentos. É muito alto o risco geológico em Nova Iguaçu, Barra do Piraí, Engenheiro Paulo de Frontin, Japeri, Mendes, Paracambi, Queimados e Porto Real. Há possibilidade de deslizamentos de terra.

Tags

Compartilhe:

Edição 12/04/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Rua Dr. Aleixo permanece interditada e buraco gera transtornos para a população

prefeitura

Em apenas dois meses, prefeitura recebeu mais de R$ 30 milhões do governo estadual

Diploma não poderá ter identificação de modalidade de ensino à distância

Dom Joel ministra o sacramento da Crisma na Paróquia São Pedro

Teresópolis participa da 12ª Conferência Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE