Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Teresópolis: Após repercussão de matéria do Diário, invasor de prédios públicos se entrega à polícia

Criminoso foi encaminhado ao sistema prisional na última sexta-feira

Luiz Bandeira

Homem que invadiu o prédio do Centro Administrativo Celso Dalmaso na tarde do último, dia 11 e que voltou às 22:30h do mesmo dia, para arrombar e violar também o prédio da Câmara Municipal de Teresópolis, furtando três computadores portáteis e um casaco de um servidor, se entregou na última sexta-feira, 16, na 21ª DP em Bonsucesso, Rio de Janeiro. Segundo o delegado titular da 110ª DP, Dr. Márcio Mendonça Dubugras, Leonardo de Souza Idair foi encaminhado ao sistema prisional, onde será ouvido pelos policiais que trabalharam na investigação.

Relembre o caso
No domingo, dia 11, por volta das 15h, a Procuradoria Geral do Município, no Centro Administrativo Prefeito Celso Dalmaso, localizado na Avenida Feliciano Sodré 611, primeiro andar, no Centro da cidade, foi invadida. O arrombamento aconteceu através de uma janela de vidro, que foi quebrada, na lateral do prédio. No mesmo dia, mais tarde, foi a vez do prédio vizinho, o da Câmara Municipal, ser violado. As 22h40, câmeras de vigilância flagraram um homem circulando no primeiro andar do prédio do Poder Legislativo, tentando entrar nos gabinetes e na sala de reuniões. O elemento entrou por uma janela quebrada, se atrapalhou na invasão e precisou quebrar outras janelas para acessar o corredor entre os gabinetes. Já dentro da Câmara, ele tentou entrar em salas e em gabinetes de vereadores, alguns foram arrombados. Em um deles, do vereador Elias Maia, sua assessoria informou aos policiais que “nada foi subtraído, apenas encontramos muita bagunça”.
A perícia esteve logo nas primeiras horas do dia seguinte ao arrombamento, colhendo materiais que pudessem ajudar nas investigações, a Polícia Civil colheu ainda depoimentos de servidores, mas não pôde ainda fornecer mais detalhes até que a investigação estivesse concluída, porém foi possível contabilizar três equipamentos de informática furtados, um no Centro Administrativo e os outros dois em gabinetes dos vereadores. Um agasalho de um funcionário do legislativo municipal também foi levado. Vídeos de monitoramento das repartições públicas flagraram o homem dentro dos prédios procurando alguma coisa de valor para furtar. De posse destas imagens além de provas periciais, a polícia chegou até Leonardo Idair, que não foi encontrado no endereço indicado como sua moradia. Ele ficou foragido até está última sexta-feira, quando se entregou em uma delegacia na capital do estado. O acusado tem várias anotações por crimes diversos.

Edição 22/02/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Temporal mata cinco pessoas no estado do Rio

LADRÕES DE RESIDÊNCIAS: Troca de tiros e quadrilha presa na Barra do Imbuí

Flávio Dino toma posse como ministro do Supremo Tribunal Federal

Bolsonaro não responde à PF em depoimento sobre golpe de Estado

Governo do Estado atua nas cidades afetadas pelas chuvas

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE