Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Teresópolis é oficialmente a “Capital Nacional do Lúpulo”

Wanderley Peres

A Comissão de Educação, Cultura e Esporte aprovou o projeto de Lei 610/2019, da Câmara dos Deputados, de autoria do deputado Sóstenes Cavalcanti, que confere ao município de Teresópolis, o título de “Capital Nacional do Lúpulo”. A planta é utilizada na fabricação da cerveja para dar sabor e aroma. Embora exista modesta plantação no município, alguns agricultores vêm desenvolvendo projetos no plantio do lúpulo, visando contribuir para que a fabricação de cervejas em território nacional não dependa totalmente da importação do lúpulo.

Praticamente a totalidade da planta utilizada pela indústria cervejeira nacional é importada, sendo que o aumento da produção de cervejas artesanais no Brasil ampliou a procura por lúpulo de qualidade, principalmente porque esse tipo de bebida exige maior quantidade do produto na composição.

Segundo o relator do projeto de lei, senador Carlos Portinho, do PL do Rio de Janeiro, Teresópolis se destaca em razão do projeto inovador no plantio, que busca desenvolver a cultura do lúpulo no Brasil, por meio da adaptação e tropicalização da planta, com a mesma qualidade das produções realizadas no exterior.

Um dos projetos inovadores realizados em Teresópolis é o do Viveiro Ninkasi, administrado por Teresa Yoshiko, sendo o primeiro viveiro reconhecido pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento para produção de mudas de lúpulo no Brasil, com certificação de origem. Carlos Portinho disse que Teresópolis ainda abriga eventos que aproximam os produtores de lúpulo das cervejarias:

O Brasil é o terceiro maior produtor de cerveja do mundo, atrás apenas da China e Estados Unidos. Nosso País produz aproximadamente 14 bilhões de litros por ano. Além do plantio das mudas de lúpulo, a região, que alberga a Rota Cervejeira do Brasil, também tem se destacado na promoção de eventos para a preparação dos produtores para o desenvolvimento dessa cultura em terras brasileiras e sua aproximação com as cervejarias.

Atualmente, os Estados Unidos são os maiores produtores mundiais de lúpulo. A Alemanha é o segundo maior. O lúpulo também é um bactericida natural, atuando como conservante. A proposta foi aprovada de forma terminativa pela Comissão de Educação, e se não houver recurso para votação no Plenário do Senado, seguirá para sanção presidencial.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Edição 18/08/2022
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Notícias falsas nas eleições de 2020 preocupam especialistas

Policial de férias prende acusado de tráfico na entrada da cidade

Policial civil denunciado por lavagem de dinheiro é preso no Rio

Magalu vai abrir loja em Teresópolis e inicia processo de contratação

Petrópolis x Teresópolis, a travessia mais bonita do Brasil