Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Teresópolis mantém baixa a evasão escolar mesmo durante a pandemia

Programa de busca ativa contribui para que número esteja menor do que a média no país

Em Teresópolis, o programa “Busca Ativa Escolar” vem obtendo excelentes resultados, com um índice baixíssimo de evasão escolar na Rede Municipal de Ensino, com apenas 64 crianças num universo de 21.400 alunos matriculados fora da sala de aula. Os números vão na contramão do índice médio nacional que aponta para 5% de abandono da escola no ensino fundamental e 10% no ensino médio (Unicef), como efeito da pandemia. Implantado em setembro de 2018, o programa, desenvolvido pelo Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância), em parceria com a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), o Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (Congemas) e o Instituto TIM, recebeu reconhecimento público do Unicef, pelo alcance das metas do programa, cerca de seis meses após a implantação no município. Atualmente, a equipe tem realizado um trabalho voltado para o retorno de crianças aos bancos escolares após a pandemia.
“No país inteiro o alto número de crianças evadidas nesse retorno é alarmante, mas Teresópolis segue com sua boa prática de entender que lugar de criança é na escola. Esse resultado é reflexo da política pública com investimento em diversas áreas da Educação, o que incentiva o aluno a seguir com os estudos, e também ao trabalho realizado pela equipe da Busca Ativa Escolar, muito atuante e competente”, destacou a secretária de Educação, Satiele Santos, pontuando que, segundo dados do Unicef, a evasão escolar no Brasil atinge cinco milhões de alunos.

Reconhecimento do Unicef
Teresópolis recebeu, em 2019, reconhecimento público do Unicef – Fundo das Nações Unidas para a Infância – pelo alcance das metas do Programa Busca Ativa Escolar, que visa identificar crianças e adolescentes de 4 a 17 anos fora da escola e criar as condições para que voltem aos bancos escolares. Dos 39 municípios do Rio de Janeiro convidados a participar do programa, 26 aderiram ao Busca Ativa e apenas 11 receberam o reconhecimento. Além da premiação, Teresópolis foi uma das três cidades convidadas para apresentar seu caso de sucesso para o público do seminário. Ao longo de menos de seis meses de implementação do projeto, o Município identificou que havia um alto índice de crianças e adolescentes fora da escola, em torno de 10%. Com as ferramentas e metodologia do Programa Busca Ativa e ações práticas realizadas, o Município comemorou, com menos de seis meses de etapa prática, o retorno de 300 crianças e adolescentes para a escola.

Sobre o Programa Busca Ativa
O Busca Ativa Escolar foi desenvolvido pelo Unicef, em parceria com a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), o Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (Congemas) e o Instituto TIM. Após a implantação do Busca Ativa Escolar no município, cada secretaria, ou grupo, mantém um papel específico, que vai desde a identificação de uma criança ou adolescente fora da escola até a tomada das providências necessárias para a matrícula e a permanência do aluno ou aluna na escola. 
Os diretores alimentam os dados dos alunos e o monitoramento de frequência é regular. Decorrido um ano, e não tendo sido constatado problema com a criança ou o adolescente (re)matriculado, o caso recebe o estado de “Concluído”. Caso seja verificada a evasão, o caso recebe o estado 'Fora da escola'. Todo o processo pode ser feito pela internet e a ferramenta pode ser acessada em qualquer dispositivo, como computadores de mesa, computadores portáteis, tablets, celulares (SMS) e smartphones.

 

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Edição 13/08/2022
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Notícias falsas nas eleições de 2020 preocupam especialistas

Policial de férias prende acusado de tráfico na entrada da cidade

Policial civil denunciado por lavagem de dinheiro é preso no Rio

Magalu vai abrir loja em Teresópolis e inicia processo de contratação

Petrópolis x Teresópolis, a travessia mais bonita do Brasil