Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Teresópolis: Mulher acusada de homicídio é presa na Tijuca

Dona de salão acusada de participar de procedimento estético clandestino

Policiais Civis da 110ª DP prenderam, na última quinta-feira, 21, uma mulher residente no bairro da Tijuca e acusada de participar da realização de intervenção estética clandestina, que provocou a morte de Cíntia Ponte da Silva, em janeiro deste ano. Segundo a polícia, A vítima foi submetida a um procedimento conhecido como bioplastia. Após a aplicação, Cintia começou a passar mal e foi levada para um hospital, onde foi internada em estado gravíssimo e morreu dias depois por embolia pulmonar. Segundo informações apuradas junto aos investigadores da Polícia Civil que cuidaram do caso, a moradora da Tijuca e um médico, que atuava sem a devida habilitação, foram denunciados. A mulher presa esta semana é a dona do salão onde o procedimento foi realizado. “Os dois induziram Cíntia a aplicar uma substância plástica tóxica chamada de PMMA (polimetilmetracrilato), nas nádegas”, informa a PCERJ. A acusada foi presa na época, mas estava estava cumprindo prisão domiciliar por ser ré primária. Porém, agora o Ministério Público conseguiu reverter a medida em prisão preventiva e ela será conduzida ao sistema prisional.

Edição 22/02/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

LADRÕES DE RESIDÊNCIAS: Troca de tiros e quadrilha presa na Barra do Imbuí

Moradores denunciam possível foco do mosquito em casa abandonada

ÔNIBUS: Rodoviários de Teresópolis podem parar no próximo fim de semana

SindPMT vai debater contratação de 475 trabalhadores “por fora” para a Educação

Oncoginecologista do Hospital São José atenta para perigos do câncer feminino

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE