Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Teresópolis: Programa Municipal de Recuperação Florestal já plantou mais de 11 mil mudas

Têm prioridade para receber o plantio áreas de preservação permanente, áreas remanescentes que possam conectar corredores ecológicos

Lançado em outubro de 2021 pela Prefeitura de Teresópolis, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, o Programa Municipal de Recuperação Florestal fez o plantio de 11.088 mudas de espécies nativas do Bioma da Mata Atlântica no entorno do Parque Natural Municipal Montanhas de Teresópolis e nos bairros Parque do Imbuí – na cidade, Campanha, Cruzeiro, Fazenda Suíça, Frades, Lúcios e Três Córregos/Biquinha, na zona rural. A meta é plantar 50.000 mudas de árvores nativas até o final de 2024, sendo que já se tem a prognose dentro das propriedades cadastradas no programa, de plantar mais de 66.000 mudas em propriedades diversas cadastradas, em sua maioria, na zona rural do município.
“A proposta da Gestão Municipal é reflorestar áreas degradadas com mudas de espécies variadas produtoras de flores e frutos, contribuindo com a reprodução e preservação de espécies da flora e da fauna do Bioma da Mata Atlântica e promovendo uma reconstrução paisagística mais rápida. Já foram implantadas mais de 11 mil mudas em 7 bairros do nosso município e mais dois farão parte do programa ainda este ano: Água Quente e Venda Nova”, pontua o secretário municipal de Meio Ambiente, Flávio Castro.

Têm prioridade para receber o plantio áreas de preservação permanente, áreas remanescentes que possam conectar corredores ecológicos, áreas degradadas e com ocorrência de incêndios recentes e também aquelas com valor paisagístico.

Executado e estruturado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA), o programa também abrange propriedades urbanas e rurais cujos proprietários desejam aderir à iniciativa. Equipe da SMMA elabora o projeto para execução e manutenção do plantio e a secretaria doa as espécies e o adubo, com as ações ratificadas através de termo de compromisso.
“Nosso objetivo é alcançar mais de 44.000 metros quadrados (44 hectares) até o final de 2024. Mas isso depende da adesão dos proprietários ao programa. Produtores voluntários participantes do programa são cadastrados, segundo indicação da EMATER e do Sindicato Rural de Teresópolis, assim como os projetos de cada propriedade inscrita, com o manejo e a manutenção das áreas recuperadas acompanhadas pelos técnicos da secretaria. A contrapartida dos proprietários é a implantação de cercas nos locais recuperados que tenham animais de grande porte bovinos, equinos, caprinos), o plantio das mudas e manutenção das mesmas, que são doadas pela Secretaria de Meio Ambiente, com a supervisão de sua equipe técnica”, explica Flávio Castro.

Edição 02/03/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Mutirão de inscrições do Pré-vestibular Social em Teresópolis

Capela mais antiga de Teresópolis ganha rota cultural

É preciso quitar todas as dívidas do veículo para obter o CRLV 2024

Fla bate Madureira no Maracanã por 3 a 0 e conquista Taça Guanabara

Do abrigo para o lar, a importância das feiras de adoção de pets

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE