Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Teresópolis recebe o “Circuito Universitário de Cinema”

Desta quarta, 18, até sexta-feira, 20, a terceira edição do “Circuito Universitário Rio” movimenta a Casa de Cultura Adolpho Bloch, em Araras. O evento faz parte do Cinema em Movimento, considerado o maior projeto de difusão do cinema nacional no Brasil. As atividades são produzidas pelo Instituto Cultura em Movimento (Icem) e realizadas pelo Governo Federal, através do Ministério do Turismo e da Secretaria Especial da Cultura, com recursos do Fundo Nacional da Cultura. Com apoio da Secretaria Municipal de Cultura e realizada por iniciativa do ator e produtor Diego Prata, de Teresópolis, a programação acontece a partir das 14h30, com entrada franca.

Inclui exibição de documentário, debates e atividades culturais focadas nas manifestações culturais e sociais de origem africana. Também haverá a apresentação de coletivos de expressões de temáticas quilombolas. “Excelente oportunidade para os teresopolitanos terem contato com importantes manifestações culturais e aprofundarem seus conhecimentos sobre essa temática, que nos remete às raízes do povo brasileiro e que fazem parte da nossa cultura. Tudo de graça, é só chegar e participar”, convida Cléo Jordão, secretária municipal de Cultura.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO

– 18/01, quarta, 14h30: “Tambores da diáspora” – Direção: João Nascimento. Sinopse: O documentário aborda uma visão política e cultural imbricada ao percurso dos tambores de origem africana e suas ramificações no Brasil, que perpassam pela ritualidade, manifestações culturais, produções musicais e celebrações sociais, narradas através de histórias contadas, batucadas e cantadas.

– 19/01, quinta, 14h30: “Menino 23 – Infâncias perdidas no Brasil” – Direção: Belisário Franca. Sinopse: A partir da descoberta de tijolos marcados com suásticas nazistas em uma fazenda no interior de São Paulo, o filme acompanha a investigação do historiador Sidney Aguilar e a descoberta de um fato assustador: durante os anos 1930, 50 meninos negros e mulatos foram levados de um orfanato no Rio de Janeiro para a fazenda onde os tijolos foram encontrados.

– 20/01, sexta, 14h30: “Sobre Sonhos e Liberdades” – Direção: Marcia Paraiso e Francisco Colombo. Sinopse: O documentário mostra o que foi conquistado nos 127 anos desde a abolição da escravatura e promove a discussão sobre o conceito de liberdade e os sentidos de igualdade. Coletivos de expressões de temáticas quilombolas: Grupos Nego Fugido e Samba de Roda Raízes de Acupe, Capoeira Mestre Caiçara, Pedro Galinha Morta e Esmola Cantada Quilombola Engenho da Ponte, com a participação especial de Mateus Aleluia.

Tags

Compartilhe:

Edição 16/04/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Sul do Brasil pode registrar geada nos próximos dias

Correios anunciam cargos de nível médio e superior em concurso público

Mesmo quem já pagou o IPVA deste ano terá de quitar as duas taxas do CRLV-e

Barra: 60 dias de trânsito lento na Rua Dr. Oliveira

ChocoSerra começa nesta sexta-feira em Teresópolis, confira a programação

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE