Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Teresopolitanos premiados na Olimpíada Brasileira de Matemática

Alunos da Secretaria de Estado de Educação (Seeduc) conquistaram medalhas de ouro, prata e bronze na 12ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP). No total, 39 alunos foram premiados. Professores e unidades de ensino também foram homenageados pelo bom desempenho. Das 39 medalhas conquistadas pelos estudantes da rede pública estadual de ensino, três são de ouro, 11 de prata e 25 de bronze. Em todo o Brasil, aproximadamente 18 milhões de alunos participaram da última edição da OBMEP. A competição é realizada pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) e tem como objetivo estimular o estudo da Matemática e revelar talentos.

Alunos da Secretaria de Estado de Educação (Seeduc) conquistaram medalhas de ouro, prata e bronze na 12ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP). No total, 39 alunos foram premiados. Professores e unidades de ensino também foram homenageados pelo bom desempenho. Das 39 medalhas conquistadas pelos estudantes da rede pública estadual de ensino, três são de ouro, 11 de prata e 25 de bronze. Em todo o Brasil, aproximadamente 18 milhões de alunos participaram da última edição da OBMEP. A competição é realizada pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) e tem como objetivo estimular o estudo da Matemática e revelar talentos. 
 Um dos ganhadores de medalha de ouro da rede estadual foi Marcos Willi Reis Campos. O jovem disputou a competição, em 2016, quando era aluno do Colégio Estadual Sol Nascente, localizado no município de Cachoeiras de Macacu. Ele contou que a experiência que ganhou com a participação da OBMEP rendeu bons frutos e o ajudou a conquistar uma vaga no curso de graduação de Economia, na Fundação Getúlio Vargas (FGV), com bolsa integral.
– Disputei a OBMEP seis vezes e ganhei cinco medalhas. Cada vez que competia, percebia que meu raciocínio lógico melhorava. Quando comecei a ganhar medalhas e melhorar meu desempenho, entendi que meus estudos estavam indo no caminho certo – destacou o jovem, que também conquistou medalha de ouro na última edição da Olimpíada Brasileira de Física das Escolas Públicas (OBFEP).
Mauro Victor Ferreira Moledo, de 13 anos, também ganhou medalha de ouro na OBMEP. O aluno fez as provas quando estudava na Escola Estadual Menezes Vieira, localizada em Niterói. Ele disse que o estímulo para participar da competição veio da própria família. – Minha irmã participou da primeira edição da OBMEP. Ela disse que sua visão sobre a Matemática e os estudos mudou depois de participar da competição – declarou o jovem que, hoje, está matriculado na FAETEC Henrique Lage, também localizada em Niterói.  
O bom desempenho dos alunos na Olimpíada Brasileira de Matemática também é destaque em cidades do interior do Rio de Janeiro. Em Valença, Região do Médio Paraíba, por exemplo, sete alunos, de quatro escolas da cidade, conquistaram medalhas. Um deles foi Carlos Eduardo de Souza Duque, de 14 anos, que estuda no Colégio Estadual Arnor Silvestre Vieira, e ganhou uma medalha de prata. – Os professores são dedicados e nos estimularam a participar da Olimpíada. Nas férias, por exemplo, eles deram aulas para os alunos – comentou o estudante.
André Almeida Duque, professor de Matemática do C.E. Arnor Silvestre Vieira e pai do jovem Carlos Eduardo, contou que os alunos desta escola têm garantido medalhas em competições importantes. Além das vitórias conquistadas na OBMEP, recentemente, cinco estudantes da unidade de ensino também foram premiados na última edição da Olimpíada Brasileira de Física das Escolas Públicas (OBFEP). As cerimônias regionais de premiação, realizadas em diversos estados do país, começaram em junho e seguem até o fim de agosto. 
Em Teresópolis, os estudantes premiados foram: Medalha de Prata – Gabriel Macedo Luna, Colégio Estadual Higino da Silveira; Richard Gonçalves Mello, Colégio Estadual Presidente Bernardes. Medalha de Bronze – Daniel de Freitas Quintanilha, Colégio Estadual Campos Salles.

CRÉDITO E LEGENDAS

Imprensa/RJ

No total, 39 alunos da rede estadual foram premiados. Professores e unidades de ensino também foram homenageados pelo bom desempenho

Tags

Compartilhe:

Edição 17/07/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Polícia Ambiental flagra mais um desmatamento em Albuquerque

Parque Nacional terá processo seletivo para agente ambiental

Adolescente denunciado por tráfico de drogas na Tijuca

Ramais de abastecimento de água danificados na Barra

Seleção Feminina encerra período de treinamentos em Teresópolis

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE