Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

TRE-RJ nega pedido de adiamento da eleição suplementar em Teresópolis

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro negou, na sessão plenária desta quarta-feira (30), pedido da Comissão Provisória do Partido Democratas em Teresópolis para adiar, em razão dos problemas causados pela greve dos caminhoneiros, a eleição suplementar no município, marcada para este domingo (3).

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro negou, na sessão plenária desta quarta-feira (30), pedido da Comissão Provisória do Partido Democratas em Teresópolis para adiar, em razão dos problemas causados pela greve dos caminhoneiros,  a eleição suplementar no município, marcada para este domingo (3). A Corte entendeu que mudar a data do pleito seria "desnecessário e inviável", entre outras razões, porque poderia "acentuar ainda mais o quadro de instabilidade e desgoverno no município", agravado pela recente prisão de vários integrantes da Câmara Municipal de Teresópolis por suposto envolvimento em associação criminosa para a prática dos crimes de concussão e peculato.
"A excepcionalidade dos acontecimentos não me parece desautorizar a pronta realização do pleito, quer pelas notícias de que as coisas tendem a uma normalização, quer pela absoluta ausência de qualquer manifestação nesse sentido por parte dos magistrados que hoje conduzem o processo eleitoral na localidade, ou mesmo pela possibilidade de danos ainda maiores à administração do município de Teresópolis", redigiu o presidente do TRE-RJ, desembargador Carlos Eduardo da Fonseca Passos, que teve sua decisão ratificada de forma unânime pelo colegiado.
O desembargador acrescentou que, além das naturais limitações à designação de pleitos suplementares no mesmo semestre em que são realizadas eleições gerais, existe ainda a impossibilidade técnica da organização de qualquer disputa suplementar após 11 de julho deste ano, segundo informações prestadas pela Secretaria de Informática do TSE.
Para não prejudicar a livre circulação dos eleitores no dia do pleito , o TRE-RJ determinou a expedição de ofícios à Petróleo Brasileiro S/A e à Petrobrás Distribuidora S/A, para que seja priorizado o reabastecimento de combustíveis no município, bem como às empresas de ônibus locais, a fim de assegurar a manutenção da frota.

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Edição 25/06/2022
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Notícias falsas nas eleições de 2020 preocupam especialistas

Policial de férias prende acusado de tráfico na entrada da cidade

Magalu vai abrir loja em Teresópolis e inicia processo de contratação

Câmara aprova representação contra o prefeito de Teresópolis

Veículo abandonado em via pública é incendiado