Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Vale dos Frades recebe mais de dois mil visitantes em um único dia

Equipes da APA local, moradores e órgãos municipais e estaduais trabalham para organizar a visitação

Marcello Medeiros

Carnaval, feriadão, muito calor e… Cachoeiras lotadas! Esta terça-feira (13) foi de termômetros marcando temperaturas altíssimas, fazendo com que teresopolitanos e turistas buscassem rios e cachoeiras para se refrescar em Teresópolis. Nesse quesito, um dos locais mais bonitos e conhecidos do município novamente voltou a ser bastante procurado, o Vale dos Frades. Somente nesta terça, foram 2.132 pessoas tentando um espaço em poço ou trecho do Rio dos Frades, com destaque para a queda principal. Porém, tanta gente, mesmo em um lugar amplo, pode significar diversos problemas sociais e ambientais. Para evitar ou pelo menos amenizar esse lado negativo da visitação em massa, comunidade e órgãos públicos têm se unido para realizar monitoramento e orientação no local. Nesta terça, participaram da ação equipes da APA da Bacia do Vale dos Frades, AMOFRADES (Associação de Moradores do Vale dos Frades), secretaria municipal de Turismo, secretaria municipal de Defesa Civil e UPAm (Unidade de Policiamento Ambiental).

Somente nesta terça, foram 2.132 pessoas tentando um espaço em poço ou trecho do Rio dos Frades, com destaque para a queda principal. Foto: Marcello Medeiros/Arquivo Diário

Seja educado
Quando visitar ambientes naturais, não leve nada a não ser boas lembranças, não tire nada a não ser fotografias e não deixe nada a não ser pegadas. Respeitar a natureza é respeitar nossas futuras gerações. Nunca é demais lembrar que ambientais naturais não têm pessoas responsáveis pela limpeza e coleta de detritos, portanto é de responsabilidade de cada um levar de volta o lixo que gerou.

Muita atenção
Outra dica é ter muito cuidado ao se banhar em rios em cachoeiras. Esses ambientes também não contam com guarda-vidas ou outros profissionais que possam auxiliar em caso de afogamento ou mergulhos mal sucedidos. Além disso, fundos de rio podem esconder pedras e outros riscos que podem causar acidentes até fatais. Mais um conselho é ficar atento ao nível do curso d´água. Se começarem a surgir folhas e galhos e o nível começar a subir, saia imediatamente e se afaste, pois pode estar em curso uma cabeça d´água, fenômeno que ocorre nas partes de montanha e nascentes dos rios e, consequentemente, longe dos olhares dos banhistas.

O objetivo foi orientar os visitantes sobre o uso ordenado do espaço, que se encontra em uma área de amortecimento ambiental. Foto: Divulgação SMT



Edição 23/04/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Dengue: Teresópolis chega 965 casos em 2024

“Jantar Imperial” neste sábado no restaurante Donna Tê em Teresópolis

Coréia: um mês após tragédia moradores ainda aguardam o poder público

Oposição impede urgência para projeto que substitui antigo DPVAT

Redução de IR para motoristas de táxi e aplicativos é aprovada pela CAE

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE