Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Vereadores declaram apoio aos servidores e pedem mais manifestações

A manifestação dos servidores públicos municipais desta terça-feira, 15, repercutiu fortemente na Câmara dos Vereadores de Teresópolis e o apoio ao funcionalismo foi expresso em todos os discursos na sessão. Os parlamentares se mostraram solidários aos trabalhadores que estão passando por um grave momento e garantiram que irão agir sempre em favor dos interesses da categoria. Compareceram nove parlamentares e faltaram Dudu do Resgate, Dedê da Barra e Leleco, este último justificou a ausência por uma questão de saúde.

Marcus Wagner

A manifestação dos servidores públicos municipais desta terça-feira, 15, repercutiu fortemente na Câmara dos Vereadores de Teresópolis e o apoio ao funcionalismo foi expresso em todos os discursos na sessão. Os parlamentares se mostraram solidários aos trabalhadores que estão passando por um grave momento e garantiram que irão agir sempre em favor dos interesses da categoria. Compareceram nove parlamentares e faltaram Dudu do Resgate, Dedê da Barra e Leleco, este último justificou a ausência por uma questão de saúde.
A vereadora Claudia Lauand destacou que apoia a luta dos servidores por também fazer parte da categoria e elogiou o trabalho da sindicalista Andrea Pacheco à frente do SindPMT. Jaime Medeiros afirmou que também está solidário a todos e que afirmou que já passou da hora de que algo seja feito para resolver a situação caótica. Os parlamentares Roque, Ronny Carreiro e Pasto Luciano enfatizaram que o poder legislativo do município continua sendo aliado para todas as reivindicações dos trabalhadores. 
Para Maurício Lopes, o protesto é só o começo: “A manifestação é legítima, os servidores públicos de Teresópolis vem sofrendo há dois meses e meio sem receber salário, sem poder colocar comida dentro de casa, então eles tem o apoio da sociedade e da Câmara dos Vereadores. Eu gostei de ver a solidariedade dos colegas na sessão de hoje em apoio a esse movimento do sindicato dos servidores públicos do nosso município. Passou da hora de sair da zona de conforto e lutar pelos seus direitos. Eu acho que é a primeira de muitas que vão acontecer aqui em Teresópolis porque a gente vem alertando aqui desde o início do ano que o prefeito deveria tomar medidas para evitar esse tipo de confusão, infelizmente ele pagou para ver. Se ele não fizer um planejamento, se não reduzir secretarias, subsecretarias e cargos comissionados, vai ficar cada vez mais difícil solucionar este problema”.
O vereador Leonardo Vasconcellos afirmou que os servidores precisam fazer outras manifestações, pois é a única que os políticos temem e também aproveitou para fazer um apelo ao prefeito para que não retire o ponto de quem participou da manifestação: “É um direito da ampla manifestação e é um pedido nosso que se respeite a questão do ponto porque o servidor hoje veio trabalhar na rua para defender seus interesses. A movimentação da manifestação chama a atenção da sociedade para que as pessoas venham tomar vultos e olhos para esse tipo de atitude”.
Outro momento que chamou a atenção foi quando Milton Da Ponte declarou que agora faz parte da oposição ao prefeito: “O que está me motivando a fazer isso é a covardia com os servidores, o prefeito não escutar ninguém. A Câmara não tem força nenhuma com o prefeito. Com todas as moções aqui nada se realiza, nada acontece, mesmo a gente brigando, o município está afundando cada vez mais. Quando não paga o servidor, isso se reflete no comércio do município, está tudo parado, a cidade está parada. Estou aqui há sete meses pedindo para o prefeito cortar na própria carne, reduzir o número de secretário e subsecretários para mostrar que quer fazer a cidade andar, mas não adianta. Quando a gente está pedindo e o cara não escuta, então tem que dar um jeito e acho que ele só vai me escutar se eu estiver na oposição. Acaba ficando feio para a gente porque ele esta fazendo da Câmara o que ele quer e aqui não é quintal da casa dele. Sou oposição madura a partir de hoje. Não queria chegar a esse ponto, mas agora vamos para a luta”.

Foto Marcus Wagner: Na sessão desta terça-feira, os vereadores declararam apoio aos manifestantes e alertaram para a gravidade econômica e social da situação

 

Tags

Compartilhe:

Edição 13/07/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Teresópolis caminha para ser um dos maiores produtores de vinho do Sudeste

Há 75 anos uma teresopolitana pisava no Dedo de Deus pela primeira vez

“Cantinho das Cerejeiras” faz sucesso em Teresópolis

Mesmo quem já pagou o IPVA deste ano terá de quitar as duas taxas do CRLV-e

Rio: Polícia prende 6 suspeitos de fraudar agências bancárias

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE