Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Voluntários prontos para atuar no período de chuvas fortes

Padrão Águias inicia Operação Verão tendo como foco auxílio em situações de emergências e calamidades

Marcello Medeiros

A organização Padrão Águias iniciou a 28ª Operação Verão, trabalho que consiste em plantões metódicos e organizados de equipes do Grupamento Especial de Operações Táticas, Buscas e Salvamentos para o auxílio às forças públicas, comunidades e autoridades para o enfrentamento das adversidades causadas na época de intensas chuvas. As equipes permanecerão monitorando os estágios de vulnerabilidades até o dia 31 março do próximo ano, atuando de forma preventiva-educativa e no auxílio imediato aos órgãos de proteção e Defesa Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Secretarias de Assistência Social, Meio Ambiente e outras forças que necessitarem da intervenção dos voluntários-humanitários.
Formadas por expedicionistas especializados em atuação e intervenção em calamidades e emergências e de profissionais apoiadores técnicos treinados para situações adversas, as equipes dos Águias vem desempenhando importante papel na consolidação de bons resultados, tendo atuado com méritos onde desempenham ações de aplicação na redução de riscos a desastres e na implantação de uma cultura segura, especialmente em áreas mais críticas dos municípios da Região Serrana do Rio de Janeiro e em qualquer parte do território nacional. Em dezembro de 2017 e em janeiro passado, as equipes se deslocaram até os municípios de Santa Cruz do Escalvado e de Rio Casca, Zona da Mata Mineira, para prestar os auxílios no controle de ordem, segurança estrutural de áreas vulneráveis, guarda de patrimônio público, organização logística e orientação pós-catástrofe, durante a grande enchente que abalou as regiões do estado de Minas Gerais.
“Nos últimos 28 anos em que a Operação Verão foi organizada pela Instituição, os Águias vem desempenhando intenso trabalho em várias localidades, principalmente atuando no controle de ordem, administração de abrigos de emergência e proteção civil, controle e montagem de central de armazenagem de alimentos, equipamentos estruturais e materiais de logística, evacuação de áreas vulneráveis e em perigo iminente, transporte e resgate de feridos, auxílio estrutural, permanência e vigilância em áreas e estruturas colapsadas, além de orientação preventiva e prestação de ajuda humanitária”, destaca Cleiton Pimentel, fundador e gestor do Águias.
Presidente da Associação de Moradores do Vale da Revolta, Judas Tadeu Florêncio esteve recentemente na sede da instituição e destacou a participação e o grande apoio que o Padrão Águias vem desempenhando na comunidade nos últimos anos, enfatizando a importância da organização para o controle e decisões firmes, o que facilita as ações nas situações de emergências em que há a necessidade de conhecimentos técnicos e de preparação operacional que são peculiares dos expedicionistas.
Em Teresópolis, a 1ª Brigada Verde está estruturando a Base de Controle e Apoio (BCA) na comunidade do Vale da Revolta, região de alto índice de vulnerabilidade e risco. Sob o Comando do Expedicionista Fabiano Bernardo da Silva, Comandante do Grupamento Especial de Operações Táticas, Buscas e Salvamentos, a equipe de Estratégia Operacional esteve na localidade para conversar com o Líder Comunitário Judas Tadeu Florêncio e alguns moradores sobre todos os procedimentos operacionais para o desenvolvimento de apoio e de controle durante os períodos críticos de intensas chuvas.
As Brigadas Verdes que são formadas por profissionais formados e treinados para vencer todos os tipos de obstáculos com o objetivo de defender o meio ambiente e atuar na preservação da integridade da vida, em quaisquer situações, respectivamente a 1ª Brigada Verde (em Teresópolis) e a 2ª Brigada Verde (em Nova Friburgo) se preparam o ano inteiro para estarem de prontidão nas épocas mais críticas das chuvas e intensa estiagem. Os trabalhos da Operação Verão deste ano já tiveram início em áreas de risco no município de Nova Friburgo. Os Águias da 2ª Brigada Verde em parceria com a Defesa Civil friburguense e outras forças públicas estão percorrendo as comunidades para orientarem os moradores sobre os procedimentos a serem adotados em caso de intensas chuvas.
“É seguindo as dificuldades e ultrapassando todos os obstáculos no caminho, enfrentando o sol escaldante, as manhãs geladas, as torrentes chuvas e tempestades, com os pés sangrando e mãos calejadas, com infinitas dores do cansaço físico, desafiando a fome e o sono, que aprendemos a superar as adversidades para salvar vidas”, destaca Pimentel sobre o que deve ser o legado do verdadeiro expedicionista do Padrão Águias da Aventura Objetiva. Os contatos do Águias são 2743-6334 e 99687-5634.

 

Tags

Compartilhe:

Edição 25/06/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Faetec Teresópolis com inscrições abertas para cursos gratuitos até 14/07

Promoção de ingressos no Parc Magique e Fazendinha neste domingo (30)

Tiros e exibição de armas em plena luz do dia no Bairro de São Pedro

Feira Agroecológica de Teresópolis em novo endereço

Rodoviária do Rio terá vigilância por reconhecimento facial

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE