Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Troca de tiros e grande apreensão de drogas no Rosário

PM encontrou quatro quilos de maconha e dois de cocaína na comunidade onde tráfico tem sido frequente

Marcello Medeiros

Mais uma vez policiais do 30º BPM entraram em confronto com acusados de tráfico de entorpecentes no bairro do Rosário, comunidade onde situação tem acontecido com certa frequência e jovens têm perdido a vida pelo envolvimento com o ato ilícito. Dessa vez, se viram obrigados a disparar suas armas como forma de defesa equipes da PATAMO, DPO São Pedro e Polícia Reservada (P2), enviadas para apurar informação sobre movimento de preparação de embalagens de entorpecente para comercialização em área de mata na parte mais alta do Rosário, bairro que fica encravado na Serra dos Cavalos. Quando os agentes de segurança chegaram ao local indicado, os surpreendidos bandidos sacaram armas de fogo e começaram a atirar.
Apesar da forte ação, os traficantes conseguiram escapar pela área de difícil acesso – e que permite dezenas de opções de caminhos. Um dos policiais se feriu na perseguição aos criminosos, sofrendo queda e precisando de encaminhamento para o pronto socorro do Hospital das Clínicas. Como resultado positivo, a apreensão de mais quatro quilos de Cannabis sativa, popularmente conhecida como maconha, e dois de cocaína, além de muitas embalagens, bacia e peneira utilizada na filtragem e separação do pó entorpecente. Todo o material foi apreendido e apresentado na 110ª Delegacia de Polícia. Além de agentes que trabalham infiltrados, lotados na P2, participaram da operação a PATAMO composta pelo Subtenente Michel, Sargento Pimentel, Soldado Damásio e Cabo Magno Geraldo, e o DPO São Pedro com Sargento Cristiano, Cabo Hamilton, Soldado Andrade e Soldado A. Carlos. 
“Isso nos chama muita atenção, mas de forma muito expressiva. Mostra que nosso trabalho é e vai continuar sendo incansável. A venda de drogas é um comércio e temos que tirar esse produto da rua para tentar diminuir esse comércio. Você dá prejuízo ao negociante, tira a droga, prende o elemento, apreende quando é menor, hoje número expressivo de adolescentes, procura desestimular essa prática na cidade com a forte ação da PM. Esse crime gera diversos outros. Muitos homicídios registrados recentemente, por exemplo, estão ligados a esse comércio de drogas. O homicídio, os roubos, a violência em geral. Às vezes, até violência doméstica. O usuário de drogas agride a família, o filho, a esposa. A maioria desses casos mais graves está ligada ao consumo e venda de entorpecentes”, relatou ao jornal O DIÁRIO e DIÁRIO TV na última semana o Comandante do 30º BPM, Tenente Coronel Marco Aurélio. 

Tráfico no interior
Também no fim de semana, equipes dos DPOS de Bonsucesso e Água Quente prenderam um homem acusado de tráfico de drogas na localidade de Vieira, no Terceiro Distrito. Ele estava de posse de 50 papelotes de cocaína e guardava em casada outras 11 embalagens do mesmo material entorpecente. Também foi apreendida a quantia de R$ 50, dinheiro que teria recebido pela venda de parte do material momentos antes de ser abordo pelos militares. 

 

Tags

Compartilhe:

Edição 20/07/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

BR-116: 14 radares fixos começam a funcionar

Mercado aumenta previsão da inflação de 4% para 4,05% em 2024

“Sabores Britânicos” segue até o dia 28 em Teresópolis

Santa Rita, o berço das plantações orgânicas de Teresópolis

Teresópolis: Vale dos Frades vai receber festival de música e arte da montanha

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE