Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Dias quentes, dias parar curtir as cachoeiras da região

Veja dicas de atrativos gratuitos e recomendações para evitar surpresas e acidentes nas margens dos rios
Marcello Medeiros
 
Depois de um início bastante chuvoso, o Verão está aí em sua plenitude. Os dias quentes, insuportáveis para os adeptos do Inverno e espetaculares para os apaixonados pela estação em curso, são ideais para serem aproveitados nos rios e cachoeiras de Teresópolis e região. São muitas opções, de acesso fácil ou no final de longas caminhadas, com cobrança de ingresso ou gratuitamente, para se refrescar e amenizar os efeitos do clima característico dos primeiros meses do ano. Como tradicionalmente fazemos, destacamos alguns desses atrativos turísticos e, logicamente, vamos reforçar algumas dicas de segurança para se divertir sem o risco de acidentes ou mortes. Nunca é demais reforçar a atenção com as cabeças d´água, que podem arrastar quem estiver ao longo do seu caminho em questão de minutos. As fortes chuvas nas cabeceiras dos rios, na grande maioria das vezes longe dos olhos dos banhistas que se refrescam nas suas margens ou em frondosas quedas, como nos Frades, causam elevação rápida e perigosa do nível dos cursos d´água e representam risco de fatalidades. Outros pontos precisam ser observados.  Afinal de contas, rios e cachoeiras são ambientes naturais e consequentemente não contam com guarda-vidas, por exemplo.
Um dos locais mais famosos para esse tipo de atividade em Teresópolis e Guapimirim é justamente o Parque Nacional da Serra dos Órgãos, que oferece nas duas sedes boas opções de cachoeiras e, no caso da primeira, acessada pela Avenida Rotariana, uma grande piscina natural formada pela gélida água da cadeia de montanhas. Na unidade localizada no meio do trecho de Serra da Rio-Teresópolis, muitos e grandes opções são um convite para um dia relaxante. Atualmente, o Parnaso está sem cobrança de ingressos. Mais informações em www.icmbio.gov.br/parnaso
 
 
No meio da Serra
Ainda na área do Parnaso, mas fora dos limites administrativos, uma boa pedida para se refrescar são as cachoeiras localizadas próximo à BR-116. O acesso é feito à direita da curva forte após o posto Garrafão – lado de quem sobe – e, depois de entrar em uma pequena localidade em meio a Mata Atlântica, o visitante deve pegar a direita em um cruzamento e descer até as proximidades do Sítio Sibelle. À esquerda dessa propriedade fica a entrada da trilha que leva até a quatro grandes quedas d´água e um bonito poço. Entrada franca.
 
Terê-Itaipava
Acessada pela Estrada Philúvio Cerqueira Rodrigues, a BR-495, que liga Teresópolis a Cachoeira dos Treze, também conhecida como Cachoeira da Macumba, é outra boa opção. Fica no quilômetro 18 para quem sai de Teresópolis e no 13 para quem parte de Petrópolis (daí o nome original). Nesse local existem duas grandes quedas d´água, uma de 15 e outra de 30 metros, além de poços ideais para se refrescar nos dias quentes. Também há grampos para a prática de rapel nas corredeiras. A referência é um local onde no passado acontecia uma feirinha, ao lado da ponte do Córrego Açuzinho.
 
Terê-Fri
Seguindo pela Estrada Teresópolis-Friburgo, a opção é o Vale dos Frades. Localizado na área do Parque Estadual dos Três Picos, tem opções de caminhada, passeio a cavalo e banho de cachoeira. O acesso fica no quilômetro 20 da RJ-130. Também nessa região do município fica a Cachoeira de Campanha, entrando à esquerda, sentido Friburgo, no quilômetro 21,5. Nesse caso, o rio é mais perigoso pelo fato de ser mais fundo do que nos Frades. Ainda naquela região, continuando pela RJ-130 e pouco depois da entrada dos Frades, fica a Cachoeira de Campanha. A entrada é na esquerda, ao lado de uma ponte.
 
“Secret points”
Além das famosas, citadas na reportagem, há muitas outras opções em Teresópolis e cidades vizinhas. Na região de Canoas, pequenos rios são convidativos ao mergulho. Através dessa localidade também se chega ao Subaio, em Cachoeiras de Macacu, onde há opções como a “Cachoeira do Messias”. Em Quebra-Frascos, quase no final da estrada principal, à esquerda, pouco depois de uma ponte de madeira, mais uma queda d´água e poços. Até entre Posse e Campo Grande há possibilidade de um refresco, a Cascata da Maria Preta. Basta pesquisar, relaxar e respeitar esses ambientes. Não deixe nada a não ser pegadas e não leve nada a  não ser boas lembranças.
 
As cabeças d´água
Para quem vai para as cachoeiras na Serra, principalmente, deve-se ter atenção redobrada com as cabeças d´água. O primeiro sinal é o aparecimento de galhos e folhas na água, que começa a ficar suja. Outra dica é ficar de olho no alto da serra. Em caso de tempo nublado deve-se sair imediatamente da água, pois mesmo com sol, está provavelmente chovendo no alto, e a água se acumula vindo a correr em seguida com uma força insuportável, arrastando pedras e qualquer pessoa que esteja no caminho. Em qualquer sinal de perigo, o indicado é entrar em contato imediato com o Corpo de Bombeiros através do telefone 193.
 
Outras dicas sobre riscos
É importante destacar alguns dos os cuidados que a pessoa deve ter ao frequentar esses locais: – Os ambientes naturais não têm salva-vidas, então reconhecer os pontos onde você pode se banhar de acordo com a sua habilidade na natação é fundamental; – Com o fundo formado por pedras e muitas vezes água escura, pode haver vários trechos com profundidade muito maior do que outros, evite sustos e desastres; – Muitas pedras são escorregadias; – Não mergulhe sem saber se há pedras no fundo dos poços, um choque de cabeça ou costas pode ser fatal; – Não deixe nenhum tipo de resíduo e leve apenas boas lembranças dos locais; – E, nesse período de pandemia do novo coronavírus, a dica é evitar locais com grande número de pessoas e aproveitar o dia somente com familiares.

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Edição 17/05/2022
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Notícias falsas nas eleições de 2020 preocupam especialistas

Policial de férias prende acusado de tráfico na entrada da cidade

Magalu vai abrir loja em Teresópolis e inicia processo de contratação

Câmara aprova representação contra o prefeito de Teresópolis

Cedae vai paralisar o sistema principal nesta terça-feira em Teresópolis