Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Acionamento de sirenes é tema do Quartas Ambientais

Importante procedimento faz parte do Plano Municipal Verão da Defesa Civil

A palestra de reativação do Projeto Quartas Ambientais reuniu no Teatro Municipal, na Prefeitura, representantes do 16º Grupamento de Bombeiro Militar, do Instituto Estadual do Ambiente e da Fundação Educacional Serra dos Órgãos, membros de conselhos de políticas públicas, voluntários, líderes comunitários e servidores públicos. Aberto pelo Secretário Municipal de Meio Ambiente e de Defesa Civil, Raimundo Lopes, o evento teve como palestrante o Coronel Albert de Andrade, Subsecretário de Defesa Civil. Entre os assuntos, foram abordados os sistemas nacional e municipal de Defesa Civil, o Plano Verão 2018-2019 e os critérios para sua ativação. Os protocolos de acionamento das 24 sirenes do Sistema de Alerta e Alarme instaladas no município também foram explicados. “Explanamos sobre o que prevê a legislação, falamos sobre as funções dos órgãos internos e externos e demos exemplos práticos de eventos ocorridos recentemente, para mostrar protocolos e procedimentos”, destacou o Coronel Albert, informando sobre o início da reativação dos 25 NUDEC (Núcleos Comunitários de Defesa Civil) existentes na cidade e que reúnem 474 voluntários “Estamos fazendo um novo trabalho com os voluntários dos núcleos de Defesa Civil, a fim de retomar os treinamentos e nos reaproximar desses colaboradores para atuarmos nesse verão”.  
 
Quartas Ambientais
O encontro aconteceu na última quarta-feira. Lançado há nove anos pela Secretaria de Meio Ambiente, o projeto tem como proposta a realização de palestras mensais com o intuito de conscientizar a sociedade sobre a necessidade da preservação ambiental para a qualidade de vida da população. “Precisamos tomar consciência do lugar onde moramos. É muito bom residir numa região de serra, perto da Mata Atlântica e ter um clima maravilhoso. Porém, por sermos moradores de montanhas, isso implica vulnerabilidades e estarmos em ambientes propícios a desabamentos. A população deve tomar consciência disso e viver de forma a estar sempre atenta aos sinais. E o maior serviço da Defesa Civil é esse trabalho preventivo, de ter um sistema de monitoramento e a população ter disciplina para, ao ouvir o sinal da sirene, se prevenir”, assinalou Raimundo Lopes, Secretário de Meio Ambiente. A próxima edição do Quartas Ambientais está marcada para o dia 21 de novembro.

 

Tags

Compartilhe:

Edição 23/04/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Dengue: Teresópolis chega 965 casos em 2024

“Jantar Imperial” neste sábado no restaurante Donna Tê em Teresópolis

Coréia: um mês após tragédia moradores ainda aguardam o poder público

Oposição impede urgência para projeto que substitui antigo DPVAT

Redução de IR para motoristas de táxi e aplicativos é aprovada pela CAE

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE