Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

AmoFrades unida para tentar resolver problemas no Vale dos Frades

Além de superlotação, região mais bonita de Teresópolis sofre com precariedade de serviços

Na edição desta quarta-feira (14), O Diário publicou reportagem sobre a superlotação do Vale dos Frades nos dias de Carnaval. O número de um dos dias, 2.365 visitantes, já chamou a atenção. Mas, após a divulgação dessa informação, recebemos uma atualização dos dados tendo como base a terça-feira de Carnaval e que deixa ainda mais assustadora à situação: aproximadamente 3.500 pessoas estiveram nos Frades disputando um local para se refrescar no calor absurdo daquele dia. Logicamente, pela beleza da região e um grande número de turistas no município, não seria nada anormal a procura por rios cachoeiras. Porém, o alerta é que, apesar de tão belo, o Vale dos Frades não suporta tanta gente em um dia só, pois não há infraestrutura para receber tantos carros e visitantes. Não existem banheiros, não há salva-vidas, não há gari para recolher o lixo erroneamente deixado às margens dos rios, entre outros problemas. Ou seja, algo é preciso ser feito urgentemente. Por conta disso, a AmoFrades (Associação de Moradores do Vale dos Frades) criou um modelo para organizar e ordenar o uso e fluxo turístico do local, minimizando ações de impacto ambiental e conservando o ambiente, ação que necessita de investimento de órgãos públicos.
Na última terça, participaram de ação na localidade equipes da APA da Bacia do Vale dos Frades, Associação de Moradores do Vale dos Frades, secretaria municipal de Turismo, secretaria municipal de Defesa Civil e UPAm (Unidade de Policiamento Ambiental). O objetivo foi orientar os visitantes sobre o uso ordenado do espaço, que se encontra dentro de uma APA e vizinha ao Parque Estadual dos Três Picos, em uma área de amortecimento ambiental. Está sendo estudada a possibilidade de restringir número de visitantes e veículos na região, principalmente no período de Verão.
Agora, independente se estejam ocorrendo ações ou não, nos Frades ou em qualquer ambiente natural, algumas regras devem ser respeitadas: não leve nada a não ser boas lembranças, não tire nada a não ser fotografias e não deixe nada a não ser pegadas. Respeitar a natureza é respeitar nossas futuras gerações. Nunca é demais lembrar que ambientais naturais não têm pessoas responsáveis pela limpeza e coleta de detritos, portanto é de responsabilidade de cada um levar de volta o lixo que gerou.

Rede de energia
Recentemente, o Conselho Executivo da Amofrades conseguiu junto a Enel o melhoramento de rede para a região que está sendo muito procurada atualmente com grande fluxo de turistas e que até então sofria com muitas perdas de energia. Um regulador de voltagem está sendo instalado, um para cada rede, não tendo mais interrupção do serviço de energia. “Muitos foram os caminhos percorridos pelo Conselho de Executivo da Amofrades até chegar a ação do último dia 07/02/24. Foi necessário muita perseverança e persistência. Iniciou com uma tentativa de entrega de ofício na loja Enel em abril de 2022, passando por várias outras ações como: articulação e participação na Reunião de Usuários da Enel em agosto de 2023, solicitações nos Conselhos da cidade, envio de solicitações via rede sociais e 28 solicitações de melhoramento de rede realizadas na loja da Enel em Teresópolis”, informa a Associação, que nos próximos dias espera que a questão da precariedade do serviço seja resolvida.

Edição 18/04/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Agendamento online para passaportes está indisponível temporariamente

Polícia Civil conclui inquérito e indicia por tráfico mulher que deu balas com droga para camareira de hotel em Teresópolis

Prefeitura de Teresópolis confirma data do leilão de veículos apreendidos

Veja como ficam as repartições e atrativos turísticos de Teresópolis no feriado

Moradores da Fazendinha denunciam o estado precário da Rua Jaguaribe

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE