Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Artista incentiva jovens e crianças a criarem poesias para compor livro

Projeto literário de Teresópolis venceu edital “Retomada Cultural II”, do governo estadual

Luiz Bandeira

O Projeto Cultural Atitude vem, há anos, desenvolvendo ações voltadas ao fomento e incentivo à criação e apresentação de peças teatrais, autoria de textos poéticos e produção de eventos literários, sempre voltados e envolvendo a parcela da população que não dispõe de oportunidades de desfrutar de bons eventos culturais. Nesta sexta-feira, 21, conversamos com o artista Thiago Dumard, do Projeto Cultural Atitude, que é ator, autor de livros infantis, desenhos animados e poesias, sobre o novo desafio que vai encarar agora, de instigar crianças e adolescentes de escolas a criarem textos poéticos que farão parte de um livro. A “Fábrica de Poesia” é uma oficina de criação poética inteiramente gratuita voltada para jovens e crianças de ONGS, Instituições sem fins lucrativos e escolas públicas do estado do Rio de Janeiro. O resultado será um livro de poesias inspirado no Bicentenário da Independência do Brasil. A ideia é fomentar o protagonismo de personagens invisibilizados da nossa história, criar uma conexão entre artistas e estudantes e democratizar a cultura. Esse projeto foi premiado pela Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa – SECEC RJ, através do Edital Retomada Cultural II que comemora o Bicentenário da Independência do Brasil.
Tiago Dumard atua em diversas linguagens artísticas, mas afirma que a poesia é uma das suas grandes paixões e por tanto esse é um projeto no qual ele deposita grande expectativa. “A ideia do projeto – Fábrica de Poesia Independência ou Morte – é justamente esse intercâmbio, essa conexão das crianças, dos jovens com os artistas da literatura, com os artistas da nossa região. E através dessas oficinas de criação poética, que acontecem nos espaços escolares, nas Ongs, poder instigar, poder deixar aquela sementinha da poesia e o resultado vai ser incrível, vai ser um livro que eu tenho certeza que vai ser um material esplêndido para ser utilizado em sala de aula, nas bibliotecas e pra que gosta de poesia”, projeta o escritor.
Essa oficina de poesia recebeu recursos do governo do estado através de edital que homenageia o Bicentenário da Independência do Brasil e Tiago preferiu então dar visibilidade àquelas personagens da história do Brasil que não ganharam o devido destaque na história contada através dos livros didáticos. “Quando se fala de Independência do Brasil a história ela é muito pobre, porque a gente acaba pensando apenas no Don Pedro, lá na margem do Ipiranga gritando ‘independência ou morte’, quando na verdade muita gente lutou por liberdade, muita gente que nos livros de história ainda estão invisibilizadas. A gente é de Teresópolis, com muito orgulho conheço a Tereza Cristina e admiro essa mulher fascinante que ela foi, muita gente desconhece pelo simples fato de ter sido uma mulher, apesar de ser uma mulher branca, privilegiada, da elite, ainda assim ela teve a sua história apagada. E o que dizer dos pretos, dos povos indígenas e de tantos heróis que lutaram e lutam por liberdade e por independência nesse Brasil?”, questiona Tiago Dumard.

Inspiração
O que todo brasileiro sabe é que o ato de independência do país da Coroa Portuguesa foi um momento heroico que pode inspirar outras lutas por liberdade ainda necessárias. “A ideia desse projeto é trazer para o jovem, é trazer pras crianças, pros estudantes, uma mensagem de olhar pras raízes e olhar pra àquela história esquecida pra entender que muitas das conquistas que nós temos hoje não vieram por acaso e que hoje também nós podemos continuar lutando, a luta não acabou e a gente tem muito pra conquistar”, pontua o autor.
Nas oficinas os jovens e as crianças são incentivadas a se expressarem poeticamente a partir dos temas que o projeto propõe e aí eles se expressam através de música, escultura em massinha, desenhos, dando as suas opiniões e tudo isso vai ser transformado em poesia que Tiago Dumard vai escrever. “O resultado final dessas oficinas vai ser um livro que vai poder ser baixado gratuitamente, vai invadir as bibliotecas e escolas também, de forma gratuita, que vai ser destaque nas bienais, nas feiras literárias e a instituição que participar vai ter muito orgulho de dizer ‘Estou representando a minha cidade nesse livro’. Esse movimento vai acontecer em Teresópolis, mas também em toda a região, então esse convite não é só pra Teresópolis é pra todas as cidades da Região Serrana”.
As oficinas de poesia já foram realizadas em Santo Antônio de Pádua, Campos dos Goytacazes, Paty do Alferes, Miguel Pereira e ainda há vagas para mais outras dez cidades. “A gente está com inscrições abertas no site www.projetoculturalatitude.com, lá você vai encontrar a chamada do edital Fabrica de Poesia Independência ou Morte. Para fazer a inscrição você precisa ser responsável, diretor ou gestor de alguma escola ou instituição, se você sente que é interessante o projeto pra sua escola, para sua instituição, entra lá e faz a inscrição gratuita”, explica Dumard.

Edição 13/04/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Receita Federal em Teresópolis fala sobre declaração de IR 2024

“Agroturismo”, um convite para novas descobertas em Teresópolis

Direito do Unifeso é avaliado pelo MEC como 4º melhor do estado do RJ entre 94 universidades públicas e privadas

“Tesouros da Serra” prestigia o Fórum Regional de Turismo

Domingos de abril com promoção no Parc Magique e fazendinha do Le Canton

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE