Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Bandidos invadem residência e fazem família refém

Nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira (28), equipes do 30º Batalhão de Polícia Militar se dividiram em diversos bairros do município com o objetivo de tentar prender um bando: Com armas de fogo e facas, eles invadiram uma residência na Quinta da Barra e passaram a ameaçar de agressão e morte uma família, estando entre as vítimas o gerente de uma agência bancária do município. Após cerca de 30 minutos de muita tensão, eles fugiram levando um carro e diversos objetos do interior do imóvel, deixando as vítimas amarradas.

Nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira (28), equipes do 30º Batalhão de Polícia Militar se dividiram em diversos bairros do município com o objetivo de tentar prender um bando: Com armas de fogo e facas, eles invadiram uma residência na Quinta da Barra e passaram a ameaçar de agressão e morte uma família, estando entre as vítimas o gerente de uma agência bancária do município. Após cerca de 30 minutos de muita tensão, eles fugiram levando um carro e diversos objetos do interior do imóvel, deixando as vítimas amarradas.
Segundo apurado pela polícia, dois homens agiram no interior da residência e uma mulher ficou na parte de fora, na garagem, provavelmente vigiando a possível chegada da polícia ou alguém pudesse atrapalhar a ação criminosa. O carro da família foi encontrado em uma estrada que dá acesso à localidade de Santa Rita, no Segundo Distrito, com a chave na ignição. Os produtos roubados na residência provavelmente foram colocados em outro automóvel, indicando que pelo menos mais uma pessoa pode estar envolvida no crime. Informações que possam levar aos bandidos podem ser passadas para os telefones 190 e 2742-7755. Não é necessário se identificar. Importante frisar que comprar qualquer um desses objetos roubados – como uma televisão, por exemplo – pode render até três anos de cadeia para a pessoa, que será atuada pelo crime de receptação.

Flamenguista preso
Um homem acusado de envolvimento na morte de um torcedor durante uma briga de torcidas em Niterói, na Região Metropolitana do Rio, foi preso pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na tarde da última quarta-feira. A prisão aconteceu em uma blitz na rodovia Rio-Juiz de Fora (BR-040), em Simão Pereira, Minas Gerais. Ele estava foragido há seis anos e pretendia assistir à final da Copa do Brasil, em Belo Horizonte. Equipes da PRF faziam a blitz na altura da praça do pedágio, na divisa do Rio de Janeiro com Minas Gerais, quando abordaram veículos com torcedores que seguiam para a capital mineira. Um deles possuía um mandado de prisão expedido pela 3ª Vara Criminal de Niterói. Ele é acusado de participação na morte de um homem, em 2011, após uma briga entre torcedores do Vasco e Flamengo numa praça no bairro do Barreto. Na ocasião, sete pessoas foram baleadas, entre elas o torcedor que não resistiu aos ferimentos e faleceu. A ocorrência foi encaminhada para a Delegacia da Polícia Civil em Matias Barbosa.

 

 

Tags

Compartilhe:

Edição 13/07/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Teresópolis caminha para ser um dos maiores produtores de vinho do Sudeste

Há 75 anos uma teresopolitana pisava no Dedo de Deus pela primeira vez

“Cantinho das Cerejeiras” faz sucesso em Teresópolis

Mesmo quem já pagou o IPVA deste ano terá de quitar as duas taxas do CRLV-e

Rio: Polícia prende 6 suspeitos de fraudar agências bancárias

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE