Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Câmara abre espaço para o projeto Mais Leitura

Criado em 2011 pela Imprensa Oficial do Estado do Rio de Janeiro, o Projeto Mais Leitura tem percorrido diversas cidades do estado com uma loja móvel que vende livros a preços populares, entre R$ 2 e R$ 4. Este ano, porém, por conta da crise financeira vivida pela administração estadual, o atendimento foi reduzido consideravelmente e muitos municípios saíram da previsão de atendimento. Devido ao investimento de recurso menor para o setor, Teresópolis seria um desses que não seria atendida pelo projeto em 2017 não tivesse acontecido intervenção do vereador Leonardo Vasconcellos: Com o aval do presidente da casa, Pedro Gil, ele conseguiu a liberação de um espaço dentro do Legislativo para receber o Mais Leitura a partir da próxima segunda-feira.

Marcello Medeiros

Criado em 2011 pela Imprensa Oficial do Estado do Rio de Janeiro, o Projeto Mais Leitura tem percorrido diversas cidades do estado com uma loja móvel que vende livros a preços populares, entre R$ 2 e R$ 4. Este ano, porém, por conta da crise financeira vivida pela administração estadual, o atendimento foi reduzido consideravelmente e muitos municípios saíram da previsão de atendimento. Devido ao investimento de recurso menor para o setor, Teresópolis seria um desses que não seria atendida pelo projeto em 2017 não tivesse acontecido intervenção do vereador Leonardo Vasconcellos: Com o aval do presidente da casa, Pedro Gil, ele conseguiu a liberação de um espaço dentro do Legislativo para receber o Mais Leitura a partir da próxima segunda-feira. 
“Essa é a terceira edição em Teresópolis, mas dessa vez será dentro das instalações da Câmara devido a dificuldade financeira do estado, que não tem mais como manter aquela tenda no Centro. Mas a Imprensa Oficial continua adquirindo livros em grandes lotes das melhores editoras e de renomados autores para que sejam ofertados de maneira acessível, com preços entre R$ 2,00 e R$ 4,00. Por isso demos essa ideia de abrir uma sala para atender a população de Teresópolis na próxima semana, de segunda a sexta, das 8h às 17h, oferecendo mais oportunidade para se enriquecer culturalmente”, explica Leonardo.
A iniciativa, que conta com o apoio do Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL), já ultrapassou quatro milhões de títulos vendidos, atendendo a mais de 800 mil cidadãos. Com o objetivo de democratizar o acesso à leitura, o projeto disponibiliza obras que vão desde clássicos da literatura, como títulos de Machado de Assis e de Jorge Amado, passando por coleções infantis, até livros didáticos e acadêmicos. Além do seu formato itinerante, a ação conta com três agências fixas, que estão instaladas no Bay Market, em Niterói; na unidade do Rio Poupa Tempo de Bangu; e em São Gonçalo, na Rua Coronel Moreira César, s/nº, Centro.

 

Tags

Compartilhe:

Edição 23/07/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Polícia encontra plantação de maconha com direito a estufa em Teresópolis

Friaca: Pedra do Sino abaixo de zero!

Ladrão furta quase R$ 6 mil em medicamentos em Teresópolis

Novos radares começam a funcionar na Rio-Teresópolis x Além Paraíba

Ladrão deixa sítio às escuras no Alto

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE