Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Câmara e Enel definem acordo nas contas na Fazenda Ermitage

A Comissão de Defesa dos Direitos do Consumidor da Câmara de Vereadores de Teresópolis se reuniu com representantes da concessionária de energia elétrica Enel (antiga Ampla) para buscar soluções sobre os problemas envolvendo as instalações de medidores nos condomínios e as contas que chegaram com valores considerados abusivos no último mês.

Marcus Wagner

A Comissão de Defesa dos Direitos do Consumidor da Câmara de Vereadores de Teresópolis se reuniu com representantes da concessionária de energia elétrica Enel (antiga Ampla) para buscar soluções sobre os problemas envolvendo as instalações de medidores nos condomínios e as contas que chegaram com valores considerados abusivos no último mês. De acordo com o vereador Ronny Carreiro, presidente da Comissão, o resultado da reunião foi positivo e muitos avanços ocorreram em favor dos moradores.
Os altos valores nas contas de energia elétrica da Enel assustaram os moradores da Fazenda Ermitage no último mês e houve casos em que apartamentos com apenas um morador receberam cobranças acima de R$ 500,00. O problema abrange um grande número de apartamentos e a indignação era grande já que a concessionária de energia elétrica não tinha dado qualquer solução ou alternativa para os moradores, a não ser orientar que as contas tinham que ser quitadas. 
José Américo Daher Rocha, executivo de atendimento da Enel, representou a empresa na reunião e afirmou que o intuito é ajudar a resolver os problemas apresentados pelos consumidores. A respeito das contas que estão com valores muito altos ele destacou que é necessário avaliar cada situação, porém na maioria dos casos há pendências anteriores no CPF do cliente. De acordo com o vereador Ronny, até mesmo débitos envolvendo imóveis que foram destruídos na tragédia podem constar no histórico do morador.
“Eles já estão tomando as providências e conseguimos um canal direto com a Enel para encurtar essa distância, então hoje eu consigo pegar a demanda dessas pessoas que chegam ao meu gabinete e levar diretamente à empresa para que seja sanado esse problema”, enfatizou Ronny. 
O vereador explicou também que o representante da Enel garantiu na reunião que nos casos onde houver a confirmação do débito, a empresa disponibilizará a viabilidade de se fazer o parcelamento e até mesmo de conceder uma anistia, dependendo do tempo de inadimplência: “São questões pontuais. Tem pessoas que tem débitos anteriores desde a época da tragédia, isso fica registrado no CPF. A partir do momento que foi ligado o seu medidor na Fazenda Ermitage, todo esse débito veio para sua conta, mas esses valores podem ser parcelados e abriu-se espaço até para uma anistia. Quem parcelar em 12 meses, o restante deverá até ser anistiado”. 
No final de agosto, nossa reportagem esteve na Fazenda Ermitage e recebeu vários relatos de pessoas indignadas com a situação por não entenderem o motivo de contas tão altas e tampouco como fariam para resolver o problema. Muitos questionaram o motivo de não estarem enquadrados na tarifa social de energia elétrica. De acordo com o que foi informado na reunião, o entrave para que os moradores possam usufruir desse benefício é a falta de atualização do cadastro social. De acordo com a Enel são cerca de 1070 pessoas que estão com o cadastro inacessível porque o número está inválido, por isso a empresa solicitou o apoio da Comissão para checar a situação desses cadastros junto à Secretaria de Desenvolvimento Social. “Vou me reunir com a secretária de Desenvolvimento Social para verificar a situação do NIS para que eles tenham o direito de solicitar a tarifa de baixa renda e assim reduzir entre 70% e 80% no valor da conta e isso já vai ajudar bem a comunidade de lá”, garantiu Ronny.
Para os casos em que o medidor ainda não foi instalado, a Enel pediu acesso às reclamações, garantindo que deverá dar uma solução o mais rápido possível.

 

.
zcontas_luz_ermitage1 e 2 MW

zcontas_luz_ermitage5 MW
Morador exibe a conta que veio cobrando mais de trezentos reais e afirmou que o valor é totalmente fora da realidade

Tags

Compartilhe:

Edição 24/07/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Festival Sesc de Inverno terá shows com Mumuzinho e Paralamas do Sucesso

Onde estão os vereadores de Teresópolis?

Promoção de Férias no Parc Magique e Fazendinha do Le Canton no domingo (28)

Novos radares começam a funcionar na Rio-Teresópolis x Além Paraíba

Mesmo quem já pagou o IPVA deste ano terá de quitar as duas taxas do CRLV-e

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE