Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

CHUVAS X FAKE NEWS: Notícias falsas podem prejudicar o controle de danos em meio às crises

Vídeo de grande desmoronamento na Serra de Petrópolis na verdade ocorreu na China, no ano passado

Isla Gomes

Apesar de parecer recente, o termo “fake News”, ou notícia falsa, em português, é mais antigo do que aparenta. Segundo o dicionário Merriam-Webster, essa expressão é usada desde o final do século XIX. O termo é em inglês, mas se tornou popular em todo o mundo para denominar informações falsas que são publicadas, principalmente, em redes sociais. Neste âmbito, a tempestade intensa que teve início no dia 22 de março causou impactos sociais, econômicos e ambientais no município de Teresópolis. Sobretudo, toda a Região Serrana sofreu profundamente com as chuvas. Diante de toda essa situação angustiante por si só, surgem as temidas noticias falsas. Imagens amplamente compartilhadas nas redes sociais, de supostos deslizamentos de terra e enchentes, publicados como se fossem atuais e até mesmo com a localização modificada.
Um dos casos de fake news que circularam nas redes nesses últimos dias, foi o de um suposto desmoronamento que chama a atenção pelo volume de terra. O vídeo foi publicado e disseminado em grupos de Whatsapp como se tivesse ocorrido na estrada Rio-Petrópolis na terça-feira (26). Mas, com uma breve pesquisa no Google é possível averiguar que o caso ocorreu em Chongzhou, na China, em setembro de 2023. Outra notícia falsa que foi amplamente compartilhada, foi publicada tanto no X (o antigo Twitter) quanto no Kwai, na legenda do vídeo está a informação de que é um deslizamento de grande escala, acontecendo supostamente em Teresópolis. Todavia, basta prestar um pouco de atenção para observar o local em questão não é Teresópolis.

Na legenda do vídeo está a informação de que é um deslizamento de grande escala, acontecendo supostamente em Teresópolis. Todavia, basta prestar um pouco de atenção para observar o local em questão não é Teresópolis.

Fique atento
Os motivos para que sejam criadas notícias falsas são diversos. Em alguns casos, os autores criam manchetes absurdas com o claro intuito de atrair acessos aos sites ou visualização aos vídeos, para dessa forma faturar com a publicidade digital. No entanto, além da finalidade puramente comercial, as fake news podem ser usadas apenas para criar boatos ou causar pânico generalizado. Sendo assim, é de suma importância averiguar o conteúdo antes de compartilhar as notícias, para isso, faz-se fundamental consumir informações apenas de órgãos oficiais (como da Defesa Civil Municipal) e de canais de comunicação de confiáveis, como da Diário TV e do Jornal O Diário de Teresópolis.

Um dos casos de fake news que circularam nas redes nesses últimos dias, foi o de um suposto desmoronamento na estrada Rio-Petrópolis. Na verdade o caso ocorreu na China em 2023. Foto: reprodução

O alerta continua
Vale ressaltar que Teresópolis segue em estágio de alerta, com o monitoramento contínuo da Defesa Civil Municipal devido ao solo encharcado e a previsão de continuidade de chuvas intensas na região. Mais um motivo para tomar muito cuidado com as informações de ocorrências falsas, pois, elas podem atrapalhar até mesmo o trabalho de monitoramento do órgão em questão. Sobre a permanência de estagio de alerta na cidade, o secretário da Defesa Civil, Albert Andrade, elucidou a situação em entrevista ao Diário. “Há previsão da entrada de uma nova frente fria que vai aumentar a umidade e consequentemente vai prorrogar esse período de chuva. Por isso nós vamos manter todas as recomendações para o período dos próximos dias até que a gente tenha alguma atualização”, enfatiza o Coronel.

“Há previsão da entrada de uma nova frente fria que vai aumentar a umidade e consequentemente vai prorrogar esse período de chuva. É muito importante que as pessoas fiquem atentas aos alertas da Defesa Civil e em qualquer sinal perigo entrem em contato conosco”, relata o Coronel Albert Andrade, secretário da Defesa Civil.

Canal oficial da Defesa Civil
O Coronel destaca ainda a importância de manter a atenção aos avisos da Defesa Civil e em qualquer caso de intercorrência entrar em contato com o órgão. “É muito importante que as pessoas fiquem atentas aos alertas da Defesa Civil e em qualquer sinal perigo elas entrem em contato conosco. Temos o número 199, o (21) 27427025 e o mais novo canal disponível que é o 0800 202 1066”, conclui.

Mais detalhes

  • Instagram: @defesaciltere
  • Facebook: Defesa Civil Teresópolis
  • Endereço: Avenida Rotariana, Soberbo


Edição 23/04/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Dengue: Teresópolis chega 965 casos em 2024

“Jantar Imperial” neste sábado no restaurante Donna Tê em Teresópolis

Coréia: um mês após tragédia moradores ainda aguardam o poder público

Oposição impede urgência para projeto que substitui antigo DPVAT

Redução de IR para motoristas de táxi e aplicativos é aprovada pela CAE

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE