Cadastre-se gratuitamente e leia
O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS
em seu dispositivo preferido

Cidade segura: índice de roubos cai cerca de 40% em um ano

Comandante do 30º BPM fala sobre ações e lembra que “Teresópolis é uma cidade segura”

Luiz Bandeira

Com a chegada de mais um fim de ano há sempre a confiança de um reinício seguro e próspero para 2023. E é bastante comum fazermos um balanço de coisas positivas e negativas que superamos neste ano que vai se findando. Aqui abrimos um parêntese para destacar os resultados do setor de segurança pública, apresentados pela Secretaria Municipal de Segurança, Polícia Civil, Polícia Militar e Ministério Público, comprovando que Teresópolis é uma das cidades mais tranquilas do país. São resultados atestados em números apresentados pelo setor de estatísticas do Instituto de Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro (ISP), instituição que estuda os registros de ocorrências comunicados em delegacias do estado. Na última edição do jornal O Diário, destacamos o preocupante aumento de comunicações na 110ª DP de crimes de estelionato, que no comparativo com o ano anterior aumentou em 164%. Agora, seguindo no sentido oposto, o mesmo instituto aponta que os crimes de roubo caíram muito de janeiro a outubro de 2022 aqui em Teresópolis, cerca de 40% menos que no mesmo período de 2021.
Agora, pra entender o quanto um trabalho sério e criterioso surte efeito, precisamos saber que no crime de estelionato uma patrulha ostensiva não consegue intimidar a ação criminosa, pois geralmente esses golpistas agem escondidos, aguardando a oportunidade para agir, muitos enganando pessoas através de comunicação telefônica ou pela internet, bem distante da ação policial, a não ser que seja um setor especializado, como no caso da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), na capital fluminense. Essa situação é bem diferente no crime de roubo, quando o bandido precisa abordar uma vítima ou invadir um imóvel para subtrair algo de alguém, nesse caso sim, a ação policial de ronda ostensiva, prevenção, investigação e combate é muito eficiente e necessária.
De posse destes números, que atestam a eficácia da ação policial para inibir a ação criminosa na cidade, a equipe do jornal O Diário e Diário TV procurou o Comandante do 30º Batalhão de Polícia Militar, Tenente Coronel, Alex Soliva, no intuito de entender o que de diferente tem sido feito pela PM para diminuir os índices de roubos. O comandante fez questão de frisar que o resultado positivo é fruto de um trabalho integrado. “A gente gostaria de ressaltar sempre a integração que há entre as forças de segurança. Polícia Civil, Polícia Militar, o Ministério Público e a Guarda Civil Municipal, esse trabalho integrado e de forma recorrente é o que trás de fato uma segurança, eu digo, ímpar pra nossa região”.

Comandante do 30º Batalhão de Polícia Militar, Coronel Alex Soliva explicou que a PM adotou uma dinâmica de policiamento diferente que vem apresentando bons resultados no combate ao crime

Tropa unida
O Coronel Soliva enumerou as adequações propostas a tropa buscando mais eficiência. “A gente priorizou implementar uma forma de policiamento que nós denominamos o dinamismo, quer dizer, de tempos em tempos a gente altera os locais de patrulhamento, mas também horários e formas de policiamento. Porque o grande objetivo é trazer essa sensação de segurança pra sociedade, mas não só a sensação de segurança como a segurança de fato, eficaz”, destaca.

Resposta
Há cerca de dois meses Teresópolis vivenciou um pequeno período sombrio, com uma sequência de homicídios sendo cometido em um curto período e que deixou na sociedade uma sensação de insegurança. Nas redes sociais as pessoas manifestaram a preocupação de que estaria acontecendo uma guerra entre facções na cidade. Essa preocupação se mostrou infundada, já que investigações das policias Civil e Militar constataram que se tratava de ações pontuais de traficantes que agem em comunidades mais carentes da cidade contra seus desafetos, também envolvidos com o tráfico. O Coronel Alex Soliva explicou esse episódio. “A gente conseguiu identificar determinadas pessoas que tentaram implementar essa forma de talvez ganhar um pouco de espaço, mas que não conseguiram, aqui de fato não vão conseguir. Nós fizemos uma investigação junto com Polícia Civil de forma muito intensa e conseguimos dar a resposta, todos eles foram identificados, algumas prisões em flagrante de homicídio ocorreram, mas principalmente, esses crimes que aconteceram num período um pouco curto de tempo, que talvez tenha assustado um pouco sociedade, a resposta foi imediata, foram presos e estão identificados”, garantiu o Comandante do 30º BPM.

Segurança
A cidade de Teresópolis sempre foi considerada referência nacional quando se fala em segurança pública e o Coronel Soliva ratificou que todos os seus comandados estão empenhados para que esse título de cidade segura se mantenha. “Com certeza absoluta, isso a gente pode assegurar que a cidade de Teresópolis e região passam por uma fase de tranquilidade excepcional e que não irá mudar. E qual o grande destaque que a gente faz sobre esse aspecto? É o sentimento de pertencimento que cada policial tem aqui, eles são moradores da região, isso trás uma segurança muito grande porque nós costumamos falar internamente que nós somos clientes do próprio serviço, cada um está preocupado com sua família e com sigo próprio aqui na região. Então a sociedade teresopolitana pode ter a mais absoluta tranquilidade do mundo, é uma região extremamente segura”, pontuou Soliva.

Edição 19/04/2024
Diário TV Ao Vivo
Mais Lidas

Homem é preso com quatro armas e munições em Teresópolis

Governador Cláudio Castro nomeia novo secretário de Polícia Militar

Agendamento online para passaportes está indisponível temporariamente

Polícia Civil conclui inquérito e indicia por tráfico mulher que deu balas com droga para camareira de hotel em Teresópolis

Prefeitura de Teresópolis confirma data do leilão de veículos apreendidos

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE